BANCADA DIRECTA: Maio 2012

quinta-feira, 31 de maio de 2012

Isto é que anda para aqui uma açorda de marisco…. Relvas custou mas lá resolveu admitir uma situação que omitiu na 1ª audiência da Comissão Parlamentar



Relvas admite reunião de trabalho com Silva Carvalho em Março de 2011 


O ministro Miguel Relvas admitiu ontem de tarde no Parlamento ter tido uma reunião de trabalho com o ex-director do Serviço de Serviço de Informações Estratégicas de Defesa (SIED) Jorge Silva Carvalho em Março do ano passado. 
“Em Março de 2011 teve lugar uma reunião de trabalho de negociação entre duas empresas, em que eu e outras pessoas participámos”, confirmou Miguel Relvas numa comunicação lida no início da sua audição na comissão. Pela Finertec, estiveram presentes Braz da Silva, Carlos Dias e Miguel Relvas; pela Ongoing, estavam Nuno Vasconcellos, Rafael Mora, Rita Marques Guedes, Jorge Silva Carvalho e outro representante de quem o ministro-adjunto e dos Assuntos Parlamentares diz não se recordar. 


 Esta declaração de Miguel Relvas vem contrariar o que dissera da primeira vez que esteve na comissão, quando afirmou que tivera unicamente encontros fortuitos, de passagem, e durante os quais falaram sobre generalidades políticas. Miguel Relvas realçou que a sua ligação à Finertec terminou a 5 de Maio. 
E reafirmou que conheceu Jorge Silva Carvalho em Abril de 2010, quando já era secretário-geral do PSD e este era director do SIED. Depois disso, Relvas teve “alguns contactos sociais com ele, em locais públicos” quando era vice-presidente do PSD. 


Ver a noticia em pormenor clicando aqui

Este sim, é que é um verdadeiro artista: canta e encanta

Situações que se poderiam evitar se todos fossem cumpridores da Lei e respeitassem as autoridades

Sábado passado. 
Rua Morais Soares
Lisboa 

Claro que não aprovo situações de violência de qualquer espécie contra cidadãos. 


 Mas neste caso e a avaliar pelas imagens de um morador, vejo a criança a ser tratada carinhosamente já ao colo dos agentes, o pai não foi vitima da força musculada enquanto a criança esteve ao seu colo e sinceramente não vejo sinais de violência, mais do que a estritamente necessária para dominar alguém que oferecia resistência à sua detenção. 


Lamentavelmente é o pão nosso de cada dia nós vermos condutores a falar ao telemóvel enquanto conduzem


Ver as explicações dada pela PSP sobre a situação clicando aqui


quarta-feira, 30 de maio de 2012

VIII Convívio da Tertúlia Policiária da Liberdade. Mais um êxito dos seus organizadores e momentos de bom convívio e amizade


VIII Convívio da Tertúlia Policiária da Liberdade

Decorreu com boa disposição o VIII Convívio da Tertúlia Policiária da Liberdade  (TPL), realizado no passado domingo, 27 de Maio, na Quinta do Rio, entre Azeitão e Sesimbra.

O programa foi integralmente cumprido. A abrir teve lugar uma Prova de Vinhos, por gentileza da firma Wine 4 You, onde se puderam provar excelentes bebidas acompanhadas de cuidadas entradas e soberbos morangos da Quinta. 

O ambiente estava instalado para uma boa confraternização que continuou durante o muito bem servido almoço, no fim do qual a TPL prestou uma justa homenagem ao confrade Inspector Aranha (Domingos Cabral). A prevista homenagem ao confrade Onaírda em virtude de ele não ter podido estar presente foi transferida para o Convívio mensal da T.P.L. a realizar na 4ª feira 6 de Junho, no Restaurante “Forno da Cidade”.

A finalizar teve lugar o animado torneio designado Rapidinha Policiária onde participaram sete autores/decifradores. O Convívio terminou como começou, em franca confraternização.

Cabe, ainda, um agradecimento às pessoas envolvidas neste evento, ligadas à Estalagem Quinta do Rio bem como à firma Wine 4 You, cujo elevado profissionalismo  e grande gentileza a TPL não esquece 

Eis algumas imagens recolhidas pelo fotografo do Convívio





A terra tremeu assustadoramente em Italia. Modena. Por agora já acabaram as inevitáveis réplicas



A proteccção civil italiana confirmou a morte de 15 pessoas, mas mais tarde o Corriere della Sera noticiou 16 mortes na sequência do terramoto que atingiu a região de Modena, no Norte de Itália. O número de feridos não é exacto - estima-se que cerca de 200 pessoas tenham recebido assistência médica -, enquanto pelo menos quatro pessoas foram dadas como desaparecidas. Os danos materiais são visíveis em várias localidades. 


O epicentro do sismo de magnitude 5,8 foi registado a 30 quilómetros de Modena, próximo da zona do abalo do passado dia 20 de Maio, e a quase 10 quilómetros de profundidade, de acordo com os dados do Instituto Nacional de Geofísica e Vulcanologia de Itália e os da U.S. Geological Survey, organização norte-americana que monitoriza dados sísmicos. 


Posteriormente, foram registadas réplicas: três com magnitude superior a 5. A imprensa italiana descreve um "forte sismo", sentido em toda a região Norte do país, pelas 9h00 locais (8h00 em Portugal continental). O jornal italiano Corriere della Sera afirma, na edição online, que foram evacuadas lojas em Bolonha e escritórios em Milão. 


A circulação ferroviária em Bolonha esteve suspensa. O primeiro-ministro Mario Monti prometeu reforçar a ajuda às pessoas e empresas afectadas. “Quero garantir que o Estado fará tudo o que for possível”, disse. “E tão rápido quanto for possível, para que a normalidade regresse a uma região tão especial, importante e produtiva para Itália”. 

Futebol: desporto violento? Este nem a brincar sem feijões perdoa.


Gordon Ramsay, hoje famoso pelas suas façanhas culinárias, foi outrora um promissor jovem futebolista no Glasgow Rangers. Uma lesão no joelho obrigou-o a desistir do futebol, mas ontem voltou aos relvados em Old Trafford, num jogo de solidariedade, e saiu de maca após uma entrada agressiva de Teddy Sheringham, antigo jogador do Manchester United.


O conhecido chef Gordon Ramsay, que apresenta programas como «Hell`s Kitchen» ou «The F Word», em exibição na SIC Radical, foi hospitalizado após sofrer uma entrada dura do ex-futebolista Teddy Sheringham num jogo de beneficência realizado em Old Trafford, estádio do Manchester United.



O carismático chef teve de receber oxigénio por máscara e saiu em maca, tendo sofrido uma lesão nas costas. Entretanto já teve alta hospitalar.

O jogo Soccer Aid foi organizado pela UNICEF e contou com outras celebridades como Gerald Butler, Mike Myers, Woody Harrelson ou Will Ferrell, que também abandonou o campo a coxear.

O jogo angariou cerca de cinco milhões de euros.

Individualizando os protagonistas do incidente de jogo



Teddy Sherigham, velha glória do Man United teve a sua carreira de futebolista nos seguintes clubes: Millwall, Nottingham Forest, Tottenham Hotspur, Manchester United, West Ham United e terminou a mesma carreira no Colchester United em 2009


Por sua vez Gordon Ramsay jogou nas camadas jovens do Glasgow Rangers da Escócia 


Episódio número tantos e tal de Secretas, Relvas, Publico, Balsemão e agora Ricardo Costa. Foi o patrão do Expresso e agora sabe-se que o director editorial também foi investigado, talvez do género “clippings”

Ex-espião tinha relatório sobre Ricardo Costa, director do Expresso Documento de 16 páginas sobre a vida pessoal e profissional de Ricardo Costa estava no material apreendido ao ex-espião, mas não faz parte do processo-crime das secretas. Jorge Silva Carvalho, antigo director do Serviço de Informações Estratégicas de Defesa (SIED) e ex-administrador do grupo Ongoing, tinha na sua posse um relatório com detalhes sobre a vida de Ricardo Costa, director do Expresso. 

Inicialmente pensei neste Ricardo Costa. Mas se fosse com este uns bons "shoots" nos trazeiros dos espiões remediavam a situação

O documento, a que o Expresso teve acesso, tem 16 páginas e contém informação pormenorizada sobre aspectos pessoais e profissionais de Ricardo Costa, incluindo relações afectivas, nomes, idades e escolas frequentadas pelos filhos menores, uma análise do seu perfil e dos seus aliados e adversários, bem como um historial desde os seus tempos do liceu. 
Este Ricardo também não podia ser porque os tipos do norte puseram-no a um canto das futebolices domésticas


O relatório refere aspectos da vida profissional de Ricardo Costa desde que deixou o curso de Ciências da Comunicação da Universidade Nova e ingressou no Expresso, em 1989, e da passagem pela SIC, onde foi director da SIC-Notícias, até ter regressado ao semanário que agora dirige. Referência ainda para o facto de ser irmão de António Costa, presidente da Câmara de Lisboa, e para a forma que encontraram para preservarem a relação profissional sem afectar a familiar. 


Uma parte do material registado é de conhecimento público, acessível através da pesquisa em jornais e na Internet, mas há factos que só podem ter sido obtidos através de investigação ou por acesso a fontes fechadas. O Expresso não conseguiu apurar quando é que o relatório foi produzido ou a pedido de quem. O ficheiro foi encontrado num dos aparelhos apreendidos a Silva Carvalho pela Polícia Judiciária, no decurso da investigação ao caso de fugas de informação das secretas para a Ongoing, mas não foi incluído nos autos do processo-crime, consultado pelo Expresso. 
Claro que foi este Ricardo Costa o alvo das espiadelas dos especialistas. 

Um outro relatório sobre Francisco Pinto Balsemão foi também encontrado nas buscas à casa do ex-espião e faz parte do processo-crime. Os procuradores entendem que o documento com detalhes e boatos da vida privada do presidente do grupo Impresa, detentor do Expresso, ajuda a provar a forma como funcionava o triângulo entre os serviços secretos, Jorge Silva Carvalho e o grupo Ongoing, para onde o ex-espião foi trabalhar em Dezembro de 2010, depois de se demitir de director do SIED

terça-feira, 29 de maio de 2012

Secretas: eu bem queria descansar mas os acontecimentos não me deixam. Silva Carvalho e João Luís não querem abrir instrução ao processo, mas Barbara Reis constituiu-se assistente e requereu a abertura de instrução do dito.

Secretas
A saga continua
Barbara Reis assistente no processo das "secretas"  requereu abertura da instrução do mesm
A  directora do PÚBLICO, Bárbara Reis, que se constituiu assistente no processo das “secretas” que corre no DIAP, requereu a abertura da instrução do processo. Pediu também a constituição como arguido de Nuno Lopes Dias, funcionário do departamento operacional do SIED – Serviço de Informações Estratégicas de Defesa, e o seu interrogatório. 


 Nuno Dias pediu a Gisela Fernandes Teixeira, sua companheira e funcionária da Optimus, que retirasse da base de dados da operadora a facturação detalhada do então jornalista do PÚBLICO Nuno Simas. 
O Ministério Público decidiu não acusar Nuno Dias e Gisela Teixeira por entender que o primeiro se limitou a cumprir ordens de um superior legítimo. Gisela Teixeira foi, no entanto, constituída arguida a pedido do Ministério Público, mas não prestou declarações para o processo. Porém, a direcção do PÚBLICO entende que ambos “tinham perfeita consciência da ilicitude dos actos que praticaram” e agiram “sempre de forma livre e deliberada”. 


Nuno Dias terá cometido o crime de acesso ilegítimo agravado e Gisela Teixeira o crime de acesso indevido a dados pessoais e de violação do segredo profissional. 


Ver o tema em pormenor a partir do jornal Publico clicando aqui 
Ver o tema a partir da RTP clicando aqui

Esta Lisboa que eu amo, mas desta maneira não!

Os desalinhados no Bancada Directa. E já não há remédio que nos valha. Temos de viver diariamente com estas situações nada urbanas e correctas em Lisboa. 

É mesmo bonito. Não só está em cima de uma passagem de peões, como até entrou em sentido proibido para estacionar 

Outra situação de alguém que não se importa com os seus semelhantes 
Triste muito triste. Mas aqui nem vejo que haja culpa de alguém nesta situação. Só o destino da pessoa 
Pobre Lisboa e de quem quer andar minimamente seguro  nos passeios


Rua do Forte ali a Santa Apolónia 
Semana passada 
Francamente 
Agradecimento ao “passeio livre”

segunda-feira, 28 de maio de 2012

Eu, modesto cidadão, vivo em Portugal, isto é, vivo por lá, na opinião de quem está na Republica de Singapura. Eu por cá e o nosso Presidente por lá. É assim a vida!


Cavaco Silva convencido de que caso Relvas vai ser esclarecido "com transparência" 


O Presidente da República, Cavaco Silva, disse hoje, em Singapura, estar convencido que o caso que envolve o ministro Miguel Relvas e o jornal Público "acabará por ser esclarecido com a devida transparência", escusando-a a fazer mais comentários. 


"A mais de 15 mil quilómetros de distância, as polémicas que lá correm  chegaram aqui de forma imprecisa. Eu estou convencido de que tudo acabará por ser esclarecido e com a devida transparência, mas não devo acrescentar mais nada", afirmou Cavaco Silva, em declarações aos jornalistas, à margem de uma visita de Estado que está a realizar a Singapura. 


Questionado sobre se considera que tem faltado transparência ao processo, o Presidente português reiterou que não deve acrescentar "mais nada sobre este assunto".


ver a noticia clicando aqui

Do Brasil. São Paulo para os telespectadores portugueses o Prof Marcelo incita Passos Coelho a demitir Relvas se este não sair de sua livre vontade…

Ora diga lá professor o que se oferece dizer sobre este imbróglio das secretas que envolve o nome Miguel Relvas em ligações a Silva Carvalho e a ameaças a uma jornalista do Publico? 


Eis os comentários do Prof Marcelo 


 Não tenho dúvidas! Se se confirmarem factos que envolvem o ministro-adjunto no caso das secretas e nas ameaças a uma jornalista, a sua demissão é inevitável.


E uma remodelação do Governo levará à saída de Álvaro Santos Pereira. Marcelo Rebelo de Sousa reafirmou que "se se provar que Miguel Relvas falou da vida privada de uma jornalista e se se provar que se encontrou mais vezes com Silva Carvalho do que disse, só lhe resta sair". "Sair ou ser convidado a sair", acrescentou. 


 No seu comentário na TVI, em directo de São Paulo, no Brasil, o antigo líder do PSD disse que se o ministro-adjunto e dos Assuntos Parlamentares continuar estará num "grande estado de fragilização". 


E, numa avaliação ao Governo, Marcelo apontou o nome de Miguel Relvas como um dos remodeláveis, a par do ministro da Economia, Álvaro Santos Pereira. Desafiado a responder se Passos Coelho aproveitaria uma eventual saída do seu "braço direito" para remodelar o Governo, o comentador disse ser provável que o primeiro-ministro "junte a isto um retoque" da sua equipa, nomeadamente mexendo "num ou nos dois ministérios que são mastodônticos", disse, referindo-se ao Ministério da Economia e do Emprego, tutelado por Santos Pereira, e ao Ministério da Agricultura, Mar, Ambiente e Ordenamento do Território, conduzido por Assunção Cristas. 


 No caso do ministro da Economia, Marcelo entende que essa reorganização levará à saída de Álvaro, "agora que ele começa a conhecer o país", enquanto que Assunção Cristas deve continuar, apesar de o seu ministério poder ser partido.

O Relvas, o Silva Carvalho, O jornal Publico mais a sua direcção, o seu conselho de redacção e a jornalista Maria José Oliveira.

Agora outro governante anda na berlinda por artes do Silva Carvalho. Sinto-me já cansado desta saga. 




Ao publicar no Bancada Directa o texto do senhor Provedor do Publico tenho a intenção de descansar um pouco sobre este tema, aguardando ansiosamente que Passos Coelho tenha a coragem de pôr um ponto final no assunto com a demissão do Relvas 


 Ver o texto do Provedor dos leitores do Publico clicando aqui

O Teatro no Bancada Directa. Na rubrica “No Palco da Saudade” Salvador Santos recorda a grande actriz Madalena Sotto.

In memoriam 
Madalena Sotto, de seu nome completo Maria Madalena Pereira Othão nasceu em Carvalhais de Lavos em 21 de Julho de 1916 e faleceu em Lisboa em 20 de Dezembro de 2011. 
Foi uma actriz do cinema, teatro e televisão portugueses. 

O Teatro no Bancada Directa. 
Na rubrica “No Palco da Saudade” Salvador Santos recorda a grande actriz Madalena Sotto. 


“No palco da saudade”. 
Madalena Sotto 
Texto integral e inédito de Salvador Santos para o blogue Bancada Directa
Filme "A Vizinha do Lado"


Ser actriz foi o seu sonho de criança. O pai, o professor e pintor Othão Luís, nunca a desencorajou. E a mãe também não. Quando deixaram a Figueira da Foz, era Madalena muito jovem, os pais fixaram-se em Oliveira de Azeméis para leccionarem na Escola de Artes e Ofícios (actual Escola Secundária Soares Basto). Muito vocacionada para as artes, a pequena Madalena frequentou naquela escola o curso de tapeçarias, disciplina que ali chegaria a leccionar mais tarde como “auxiliar de oficina”. Mas a sua grande paixão, o teatro, não esmorecia. Lia tudo o que podia sobre teatro: peças, biografias, revistas. A Cinéfilo, publicação muito em voga na época, continuava a patrocinar a descoberta de novos valores. Escreveu para a redacção da revista e foi convidada a prestar provas em Lisboa. Nascia assim a actriz Madalena Sotto! 


A sua primeira experiência como actriz aconteceu, assim, no cinema, em 1939, interpretando, ao lado do cançonetista Manuel Brandão, o documentário “Dois Corações… Um Destino”, de J. Oliveira Santos, uma curta-metragem que tinha por objectivo mostrar as belezas da Figueira da Foz, sua terra natal. Por essa ocasião, o seu amigo e jornalista Artur Inês apresentou-a ao realizador Leitão de Barros, que ficou rendido à sua beleza invulgar e vivacidade surpreendente. A sua estreia mais a sério deu-se por isso no papel de Madalena no filme “A Varanda dos Rouxinóis”, nesse mesmo ano. No elenco contava-se com uma dupla de peso, António Silva e Maria Matos, que se defrontaram pela primeira vez como rivais no grande ecrã, e o par romântico era formado por um novo galã, Oliveira Martins, e por… Madalena Sotto. 
Filme "Três espelhos"


A partir deste filme, rodado na sequência do sucesso popular de “Maria Papoila”, o país ficaria deslumbrado com Madalena Sotto, seguindo com desvelo todos os seus passos seguintes. O público do Porto acorreu em grande número à sua estreia no teatro, em 1940, esgotando lotações, fascinado pela sua magnífica interpretação ao lado de Alves da Cunha, na peça “Os Velhos” de D. João da Câmara, no Teatro Sá da Bandeira. Aquele magistral actor ficou tão deliciado com a contracena da jovem actriz que acabaria por a convidar para quase todas as suas produções subsequentes. Madalena Sotto viria assim integrar o elenco de espectáculos como “O Primoroso” ou “A Ternura” e a contracenar com o mestre Alves da Cunha na última peça que este interpretou. Mas não se pense que a carreira artística de Madalena Sotto (Maria Madalena Pereira Othão de seu nome verdadeiro) se resumiu às suas colaborações com aquele genial actor (que recordaremos em próximas edições desta rubrica). A carreira da actriz foi longa e sobreviveu brilhantemente durante muitos anos ao desaparecimento do seu padrinho de cena. 


Em 1945 ela ingressou na companhia Amélia Rey Colaço-Robles Monteiro, onde permaneceu até ao final do ano seguinte desempenhando grandes papéis em peças como “Otelo”, “Vidas Sem Rumo” ou “O Leque de Lady Windermere”. De seguida fixou-se no velho Teatro Ginásio, onde criou personagens inesquecíveis em peças como “A Farsa de Amor” ou “Multa Provável”, antes de engrossar, entre 1955 e 1960, o grupo de artistas ligados às produções do empresário Vasco Morgado. Com aquele empresário, Madalena Sotto fez comédia, drama, opereta e revista, sendo de destacar a sua prestação em “O Sedutor” (ao lado de Igrejas Caeiro), “Joana D'Arc”, “A Severa” (ao lado de Amália Rodrigues) e “Sempre em Festa”. 
Filme "A Varanda dos Rouxinóis".


Nos anos 1960 a actriz integrou o elenco fundador de uma célebre companhia subsidiada pela Câmara Municipal de Lisboa, que tinha como sede de trabalho a Estufa-fria, onde pontificava também o saudoso e brilhante actor Augusto de Figueiredo. Nesta companhia, Madalena Sotto conheceu alguns dos melhores dias da sua carreira profissional, dando vida a personagens de grande dimensão humana, como aconteceu por exemplo em peças como “Recompensa” e “Casa de Pais”, tendo esta última esgotado lotações e merecido honras de transmissão televisiva em horário nobre. 


Madalena Sotto foi presença regular na RTP (nas saudosas Noites de Teatro) e convidada para o elenco de sete filmes portugueses, sendo que um deles (“A Vizinha do Lado”) lhe valeu o Prémio do ex-SNI para a melhor actriz do ano. Mas foi no teatro que ela se deu por inteiro e com uma devoção quase de sacerdócio, tendo pisado os palcos dos teatros de quase todo o país e ex-colónias. A actriz decidiu, porém, retirar-se muito cedo das luzes da ribalta, sem queixumes nem alaridos ou falsos vedetismos. E quando a morte a levou, em 20 de Dezembro de 2011, com a bonita idade de noventa e cinco anos, a comunicação social fez um estranho silêncio sobre o acontecimento. 


O esquecimento que recaiu sobre Madalena Sotto é compensado pela homenagem da gente da sua terra de adopção, Oliveira de Azeméis, que perpetuou o seu nome na Biblioteca Escolar de que é patrona. E para ajudar a romper de vez o silêncio que se abateu sobre a sua memória, aqui fica a nossa modesta e singela homenagem.


Salvador Santos
Porto 2012. 05. 21

domingo, 27 de maio de 2012

Euro 2012. Portugal a dar mostras de ter poucos processos de jogo eficazes para ultrapassar os três fortíssimos adversários da fase inicial da prova Conseguiremos inverter esta tendência?


Euro 2012. 
Portugal a dar mostras de ter poucos processos de jogo eficazes para ultrapassar os três fortíssimos adversários da fase inicial da prova 
Conseguiremos inverter esta tendência ?

Certa imprensa desportiva concluiu que Portugal não teve os bigodes suficientes para derrotar a Macedónia. É claro que mantenho o título deste post, mas reconheço que estes jogos de preparação são uma “chachada” porque fundamentalmente os jogadores evitam entrar em jogadas em que se possam lesionar e assim vai todo um esforço durante meses para disputar os jogos do Europeu 2012. 


 Ora isto quer dizer que em vez de jogar em velocidade pura, preferem jogar através de jogadas bonitas, lances envolventes das defesas adversárias. Ora a realidade destes jogos é muito diferente, pois as equipas convidadas para estes jogos de preparação não levam isto em conta, no seu intimo em teoria não reconhecem a superioridade da equipa que está envolvida num torneio importante e fazem das fraquezas forças para complicar o jogo táctico do adversário. 


E reparem que todos as equipas que compõem o grupo de Portugal perderam os seus jogos de preparação o que confirma em absoluto as considerações que fizemos. E como dizia o CR7 os macedónios não só puseram um autocarro à frente da sua baliza, mas dois autocarros. E corriam que se fartavam nas jogadas de transição. Vamos esperar que Portugal prestigie o nosso desporto na Ucrânia e Polónia


Vamos lá a ver o que deu o jogo Portugal/Macedónia 
O Estádio Magalhães Pessoa, em Leiria, encheu para ver o penúltimo jogo da selecção nacional antes de partir para o Euro2012. Jogo fraco frente ao 98.º do ranking da FIFA mostrou que há ainda muito trabalho a fazer antes da estreia no Europeu. Portugueses e macedónios empataram a zero e o resultado deixou claro que Paulo Bento tem ainda muito trabalho pela frente ao até ao começo do Euro2012. 


 Na primeira parte o jogo decorreu em ritmo muito lento e só as arrancadas de Cristiano Ronaldo conseguiram entusiasmar as bancadas repletas do Municipal de Leiria. Aos 10 minutos, o avançado bateu um livre que passou a rasar a trave e aos 24’ tirou tinta ao poste, desta feita num lance de bola corrida. Finalmente, aos 40’, o jogador do Real Madrid voltou a tentar de livre e viu a bola roçar novamente a trave da baliza da Macedónia. 


 Portugal regressou ao segundo tempo já com o campeão europeu Raul Meireles em campo, mas o ritmo permaneceu lento. Aliás, nos primeiros momentos, couberam à Macedónia os lances de maior perigo, sempre com Pandev em evidência. Portugal continuou a demonstrar grandes limitações na circulação de bola e as dificuldades em penetrar na defensiva macedónia foram evidentes. Nani, que entretanto havia entrado, deu maior mobilidade ao ataque, mas as oportunidades de perigo continuaram a rarear. Nos minutos finais Portugal continuou sem se encontrar e as quase 20 mil pessoas nas bancadas do Magalhães Pessoa não pouparam nos assobios, numa resposta clara de desilusão perante tão fraca exibição e o pouco empenho da equipa das quinas.

Fragmentos e Opiniões. Logo mais à tarde falo da nossa desilusão no futebol, que tem maus agoiros. Agora falo da tema "Coitadinhos de todos nós, que somos tugas de primeira

Fragmentos  e Opiniões
Tadinhos do Tugas
A crónica semanal da Clara Ferreira Alves na sua "Pluma Caprichosa" da Revista Única do Expresso



Confesso que ultimamente tenho lido pouco ou nada a coluna da Clara Ferreira Alves de nome "Pluma Caprichosa" . Amigo meu chamou-me a atenção para a crónica desta semana e lá vou eu rapidinho interessado em lê-la.

Não fiquei nada arrependido pois Clara Ferreira Alves continua fiel a si mesma, pois só fala e escreve daquilo que vê e sente. E neste caso tem conhecimento de causa reforçado porque esteve recentemente em Atenas onde fez uma reportagem excelente sobre o povo grego. O título dessa reportagem é “Uma Hecatombe Grega”.

Relacionando com o que pode acontecer ao povo grego, Clara Ferreira Alves questiona o que será que pode acontecer aos portugueses.

«Se, apesar de tudo, a Alemanha decretar a morte dos gregos, a morte dos portugueses é inevitável. O terramoto será lá mas as ondas de choque farão cair aqui pela base as certezas do Governo que temos. O de Pedro Passos Coelho, insuperável estadista. O de Álvaro Santos Pereira, ministro do coiso. O de Vítor Gaspar, rapaz que nasceu no país errado. E o do ministro (esperemos que breve) Relvas, esse monumento à liberdade e ao superior intelecto nacional. Mais os seus criados de servir e alcoviteiras. Visto de Atenas, este Governo parece-me tão seguro como o “Costa Concordia” a passar em frente à ilha para o cozinheiro poder dizer adeus aos primos. O navio vai morrer na praia. Citando o comandante Schettino, a culpa não é deles, é das rochas.» 
 Clicar na foto para ampliar a leitura do texto


sábado, 26 de maio de 2012

Que rico afilhado!.....Relatórios das “Secretas” para que te quero? Oh Dr. Balsemão parece que está admirado por ter sido investigado? Então o que é que estava à espera?

Relatórios das “Secretas” para que te quero? 
Oh Dr. Balsemão parece que está admirado por ter sido investigado? 
Então o que é que estava à espera? 

O presidente da Impresa, Francisco Pinto Balsemão, vai processar os autores do relatório de quase 40 páginas elaborado no seio da Ongoing, que dá conta de pormenores da sua vida privada e que indicia que esteve a ser espiado. 


 De acordo com o processo das secretas, que está no DIAP – Departamento de Investigação e Acção Penal - Jorge Silva Carvalho, ex-espião e então quadro da Ongoing pediu, no início de Setembro do ano passado, pediu a Paulo Félix, então quadro da empresa, que elaborasse um relatório sobre Balsemão, em especial informações financeiras como os empréstimos que o grupo Impresa tinha e quando venciam. 


Não se percebe de quem terá partido o pedido inicial, mas são conhecidas as guerras entre o presidente da Ongoing, Nuno Vasconcellos e o seu padrinho Francisco Balsemão. O dono da Impresa vai “responsabilizar criminalmente os autores do documento”, que inclui “dezenas de calúnias e falsidades - algumas das quais de mau gosto e grotescas”. 


No relatório de quase 40 páginas há informações sobre as empresas de Balsemão, mas também muitos dados sobre a sua vida privada, alguns mesmo polémicos. O autor do relatório incluiu mesmo correspondência que terá trocado com Marcelo Rebelo de Sousa, para saber informações menos conhecidas sobre Balsemão referentes ao tempo em que o professor era director do Expresso. 
O documento inclui uma biografia esquemática do patrão da Impresa, assim como um gráfico com uma lista com os seus amigos (como Artur Santos Silva ou António Guterres), aliados (onde se incluem Cavaco Silva ou Paulo Portas) e inimigos (como Nuno Vasconcellos e Rafael Mora, da Ongoing, José Sócrates ou Miguel Relvas (este por querer privatizar a RTP). "Surpreendeu-me e chocou-me conhecer os métodos, os princípios e as práticas adoptados por pessoas e empresas que desenvolvem as suas actividades livre e impunemente numa sociedade democrática”, afirmou Balsemão em comunicado. 


“Quase 40 anos depois da instalação da democracia em Portugal, é lamentável que se continuem a praticar este tipo de métodos 'pidescos', que julgávamos erradicados e que o sistema judicial devia rapidamente punir, condenar e abolir", conclui Francisco Pinto Balsemão. 


Balsinhas, Balsinhas! Que rico nome para um código! Podes ficar descansado! Parece que as investigações tocaram a todos. 


Que grande Mafia

Neste Sabado um olhar sobre a Europa, à espera de novas sobre o Relvas que não devem tardar por aí.

Fragmentos e Opiniões. 

Neste Sábado, com sol, falemos de um tema europeu importante. A saída desta crise
Leio o jornal francês “France Inter Paris” e constato que as soluções para esta crise europeia são muito ténues.
O melhor da imprensa europeia 
CONSELHO EUROPEU 
A saída da crise é por aqui 
Ao aceitarem, na cimeira extraordinária de 23 de maio, discutir questões como investimentos comuns e as euro-obrigações, os Vinte e Sete conseguiram finalmente ultrapassar a oposição entre países "virtuosos" e países "gastadores" e deram um passo no sentido da integração económica. 
Uma opinião de Bernard Guetta 
Na União Europeia, há uma grande diferença entre uma cimeira e uma cimeira informal. A cimeira deve tomar decisões, enquanto uma cimeira informal, como a da noite passada, tem apenas como objectivo avaliar as relações de forças entre as teses em presença e delinear os compromissos que são a própria essência da União.


Foi, pois, isso que aconteceu ontem e, nessas cerca de seis horas de discussão, François Hollande, avançou os seus peões contra a chanceler alemã, que repetiu que "as euro-obrigações [eurobonds] não constituem um contributo para o crescimento". Apoiada por vários países, incluindo a Suécia, a Finlândia e a Holanda, Merkel reiterou a sua oposição à ideia defendida pela França de mutualização dos empréstimos dos Estados-membros, para que todos possam beneficiar, com a garantia comum, de taxas iguais e muito menores do que as que são hoje impostas aos mais fracos. 


Uma vez que não era decididamente unânime, esta ideia não podia ser mantida e, como previsto, não foi – mas... Mas as coisas mudaram muito. Para além de terem surgido convergências fortes sobre a necessidade de investimentos conjuntos, foi confirmado – facto novo –, que as euro-obrigações tinham agora a maioria dos países da UE a favor, incluindo a Grã-Bretanha, que habitualmente bloqueava tudo o que pudesse levar a uma maior integração das políticas europeias. 


Um verdadeiro debate pragmático
O debate deixou de seguir as linhas de divisão habituais entre governos liberais e sociais-democratas e partidários de uma Europa das Nações e defensores do federalismo. É um verdadeiro debate, perfeitamente pragmático, sobre os melhores meios de relançar o crescimento, recuperando ao mesmo tempo os saldos orçamentais – "um debate equilibrado", comentou Merkel –, e que levou à criação de um roteiro.

Herman van Rompuy, presidente do Conselho Europeu, foi encarregado de apresentar, na cimeira de 28 de Junho, um relatório sobre os passos para o "aprofundamento da união monetária" e, em particular, sobre "as eurobonds numa perspectiva de longo prazo, uma supervisão mais integrada dos bancos e um esquema comum de garantia dos depósitos bancários".
Em vez de se incompatibilizarem uns com os outros, os dirigentes europeus estão decididos a avançar para uma maior integração económica e a incluir a questão das euro-obrigações neste processo. O muito discreto e hábil Van Rompuy tem cinco semanas para passar tudo isso a música e ultrapassar as objecções dos que não aceitam que os países mais frágeis não recebam nem mais um cêntimo para investir no seu crescimento, financiando-se a taxas insustentáveis, e aqueles que temem, como Merkel, que esses países relaxem os esforços de desendividamento mal possam obter empréstimos em melhores condições.

Entre estas duas posições, o único compromisso possível foi estabelecer regras comuns mais amplas e avançar para uma maior integração. Foi isso que os dirigentes europeus decidiram tentar e, se forem bem-sucedidos, a União terá feito grandes progressos – já encostados à parede, como de costume.

sexta-feira, 25 de maio de 2012

Secretas: a coisa promete.......

O imbróglio “Secretas”. 
Sabe-se agora que Jorge Silva Carvalho e Miguel Relvas não se conheceram só pelos mails. 
Os dois jantaram no Algarve (Quinta do Lago) em Agosto de 2011. 

O ex-diretor do Serviço de Informações Estratégicas de Defesa (SIED) jantou na mesa do ministro-adjunto e dos Assuntos Parlamentares a 05 de Agosto de 2011, no Algarve, tendo dado conta disso ao assessor de imprensa da Ongoing. 


Segundo os autos do processo do caso das 'secretas', consultados pela agência Lusa, esse jantar foi objecto de uma mensagem enviada, às 21:51 horas, por Jorge Silva Carvalho ao assessor de imprensa Ricardo Santos Ferreira, em que o ex-responsável do SIED indicou o nome do restaurante [Gigi], o local [Quinta do Lago] e as pessoas que tinha ao seu lado: à direita Rafael (Mora) - número dois da Ongoing - e à esquerda o ministro Miguel Relvas. 


Na missiva, o arguido Jorge Silva Carvalho aproveita para elogiar o trabalho do assessor, aconselha-o a não responder a alguém que não identifica e diz-lhe para ficar atento ao Expresso, o jornal que começou por noticiar o polémica caso das 'secretas'. 


A coisa promete e já desconfio que realmente Relvas deve dar o fora por sua iniciativa. Passos já não o deve aguentar, para não prejudicar a sua imagem pessoal por essa Europa. Por cá, vá que não vá!


A ver vamos.

Luis Filipe Vieira versus Pinto da Costa. Uma vergonha para os dois.

E assim vai este desporto português 
Até dá para nos esquecermos de que há uma crise que nos rodeia….
O presidente do Benfica teceu duros comentários ao FC Porto na sequência aos incidentes que tiveram lugar na partida decisiva do «play-off» de basquetebol, em que os «encarnados» conquistaram o título nacional de basquetebol. 
«Será que alguns dirigentes deste país só gostam da actuação da Polícia quando esta os avisa que tem de fugir para não serem presos? 
Um ladrão não deixa de ser ladrão por declamar poesia! Um ladrão não deixa de ser ladrão por ir ao Papa! 
Um fugitivo da justiça não o deixa de ser apenas porque alguns juízes decidiram assobiar para o lado», comentou o presidente das «águias». 


 Embora não tenha referido nem uma vez o nome do presidente dos «azuis-e-brancos», as declarações proferidas num discurso na recepção aos campeões de basquetebol são implicitamente dirigidas a Pinto da Costa.


O espaço a seguir destina-se a ser preenchido pelo presidente do FCPorto
...........
Por enquanto Pinto da Costa ainda não reagiu pessoalmente,. Vamos aguardar e entretanto vou actualizar as noticias sobre o Relvas e as "secretas"............


Tudo isto é lamentável e não dignifica o desporto português                                                                                                         

Temas de Medicina. Celulite: um problema para as nossas leitoras.Tema de "O saber não ocupa lugar".



O saber não ocupa lugar. 
Temas de Medicina. 
Um problema para as senhoras. 
Celulite para que te quero? 


Estamos nos finais deste mês de Maio e as temperaturas sobem, anunciando o Verão que está próximo de chegar. Claro que as pessoas tendem a vestir roupas mais leves e ligeiras, mais frescas dizemos nós. Até apetece vestirmos um fato de banho e dar umas banhocas numa praia qualquer. É um tempo de alegrias aquele que se aproxima e de despreocupações. Mas com a chegada passada da Primavera e agora do Verão há um assunto que pode ensombrar os planos das senhoras. São boas notícias? É que toca a quase todas, mas que pode ser prevenido através de soluções naturais. 


 Sim! Vamos falar de celulite que tanto apoquenta as nossas leitoras. 
Casca de laranja, para que te quero? 


As causas da celulite 


 A celulite é particularmente associada ao excesso de peso e apesar de ser um factor importante, este não é o único culpado. O seu aparecimento é, muitas vezes, determinado por factores hereditários e é agravado pela adopção de estilos de vida pouco saudáveis e nada recomendáveis. Apesar de não ser um problema exclusivamente do sexo feminino, as mulheres têm realmente características estruturais que fazem com que tenham uma maior probabilidade de sofrer de celulite. Um estilo de vida baseado em muitos maus hábitos alimentares, oscilações bruscas de peso, abuso de substâncias nocivas, como o álcool e o tabaco, sedentarismo, uso de vestuário apertado, stress, entre outros factores, acarretam como consequência o acentuar da celulite. 


As consequências 


Estima-se que a celulite atinja cerca de 90% da população feminina, independentemente da idade ou da forma corporal. Surge devido a uma alteração da estrutura das células gordas (adipócitos), que existem em maior quantidade em áreas como as ancas, coxas e barriga. O aumento de volume das células, causado por factores descritos acima, leva à acumulação de líquidos e das fibras que fazem parte da estrutura da pele, formando-se nódulos. 


Estes tornam-se visíveis à superfície, o que faz com que a pele ganhe um aspecto ondulado e irregular, vulgarmente se chama “casca de laranja”. A celulite está ainda associada a problemas de circulação, o que pode originar pernas pesadas e varizes. Em casos mais avançados ocorre mesmo edema e dor localizada. 


Prevenção é a palavra-chave 
Existem inúmeras soluções cosméticas que prometem solucionar esta condição de uma forma simplificada e imediata, no entanto, é importante ter a noção que o combate à celulite é uma luta constante. As formas mais avançadas de celulite não podem ser eliminadas sem recurso a métodos cirúrgicos ou outras técnicas mais ou menos invasivas, além de que não há garantia de que não volte a surgir novamente. Por este motivo, a melhor forma de lidar com esta situação é a prevenção, através de um estilo de vida saudável que inclua uma alimentação equilibrada e variada, a ingestão de bastantes líquidos, a prática de exercícios físicos, o uso de vestuário confortável e um descanso reparador. 


Aliada a estas medidas está a manutenção de uma correcta hidratação da pele recorrendo a produtos cosméticos, que se podem aliar a suplementos alimentares. E aqui entras em acção um segredo antigo passado de geração em geração: a gotu Kola, planta com o nome científico de Centella asiática, utilizada quer como alimento, quer para fins terapêuticos A sua eficácia tem sido estudada e mostrou alguns benefícios em várias patologias e também na celulite. Sob a forme de suplemento, pode ser utilizada quando se pretende obter uma acção fitoterápica no combate à celulite e efeitos dela decorrentes. o seu médico ou farmacêutico poderão indicar-lhe de que forma se podem tomar estes suplementos. Gotu Kola: um segredo antigo 


Os seus componentes com maior importância são os triterpenos, que têm sido relacionados com a síntese do colagénio. A importância desta planta tem sido notória sobretudo a nível do tecido conjuntivo e de várias afecções da pele, estando os seus benefícios descritos em vários estudos, no tratamento de úlceras das pernas e na melhoria do tecido conjuntivo. Desta forma, os benefícios da gotu kola na celulite resultam do fortalecimento das células das paredes dos vasos sanguíneos e da promoção da circulação dos membros inferiores reduzindo a formação da celulite 


 Contribuições 
A celulite é uma das maiores inimigas das mulheres. Ataca desde as mais gordinhas, até quem está em forma. Mas há maneiras de prevenir e tratar este problema, de maneira fácil e acessível à qualquer mulher. Confira abaixo algumas dicas que ajudam no tratamento dos furinhos que aparecem no bumbum, nas pernas, na barriga e nas coxas: 


• Tomar água é a melhor medida anti-celulite. Tome no mínimo 2 litros por dia. 
• Cuide da sua alimentação, escolhendo sempre comer pouquíssima gordura (frituras, alimentos preparados com óleo, carnes gordas, etc.) 
• Evite também excesso de açúcares (refrigerantes, chocolates) e carbohidratos (macarrão, pão branco, bolachas). Prefira sempre os integrais. 
• Controle com um ginecologista suas taxas hormonais (menstruação com problemas, disfunções hormonais, uso de pílulas anticoncepcionais, podem ser causas da celulite). 
• Mantenha uma rotina constante de exercícios físicos. A caminhada é uma óptima aliada no tratamento da celulite. 
• Passe diariamente hidratantes em todo o corpo, após o banho, para manter a boa textura e aparência da pele. • Evite o consumo de sal em excesso, pois ele causa a retenção de líquidos. 
• Controle a ingestão de alimentos com alta taxa de sódio, como salgadinhos (chips), alimentos em conserva, embutidos e enlatados, pois eles causam a retenção de líquidos e favorecem o aparecimento da celulite. 
• Evite o uso de calças e roupas apertadas, pois elas diminuem a circulação e podem ocasionar o aparecimento de nódulos de celulite. 
• Faça drenagem linfática pelo menos duas vezes por semana, para controlar a retenção de líquidos. Mas, muitas vezes ignoramos soluções simples para este problema, como por exemplo, o cuidado com a alimentação. 


Pois existem alimentos que são fontes potenciais de gordura causadora da celulite. Confira : 


Evite alimentos gordurosos, pois estes são os maiores vilões da celulite. Evite qualquer tipo de fritura. Sua taxa de gordura é altíssima. Evite alimentos com açúcar refinado. Evite o sal em excesso. Ele retém líquidos, e isso favorece a celulite. Evite arroz, macarrão e bolachas. Prefira neste caso, as versões integrais destes alimentos. Evite carnes gordas. Prepare a comida sem óleo.

Obrigado Pela Sua Visita !