BANCADA DIRECTA: Maio 2008

sábado, 31 de maio de 2008

PORTUGAL!!!

Image Hosted by ImageShack.us
Portugal jogou hoje o ultimo jogo a feijões, contra a Geórgia e venceu por duas bolas a zero.
No proximo Sabado é a doer, jogaremos contra a Turquia, o 1º jogo para a fase de Grupos, fazemos parte do grupo "A" e curiosamente essa nem é a primeira partida do Euro 2008!

O 1º jogo é Suiça Vs Rep.Checa, mas... o melhor mesmo é consultar a tabela...


E estes são os convocados...

GRUPO "A"

Portugal:

1-Ricardo 2-Paulo Ferreira 3-Bruno Alves 4-Bosingwa 5-Fernando Meira 6-Raul Meireles 7-Cristiano Ronaldo 8-Petit 9-Hugo Almeida 10-João Moutinho 11-Simão 12-Quim 13-Miguel 14-Jorge Ribeiro 15-Pepe 16-Ricardo Carvalho 17-Ricardo Quaresma 18-Miguel Veloso 19-Nani 20-Deco 21-Nuno Gomes 22-Rui Patrício 23-Hélder Postiga

Teinador: Luiz Felipe Scolari

Czech Republic:

1-Petr Čech 2-Zdeněk Grygera 3-Jan Polák 4-Tomáš Galásek 5-Radoslav Kováč 6-Marek Jankulovski 7-Libor Sionko 8-Martin Fenin 9-Jan Koller 10-Václav Svěrkoš 11-Stanislav Vlček 12-Zdeněk Pospěch 13-Michal Kadlec 14 David Jarolím 15-Milan Baroš 16-Jaromír Blažek 17-Marek Matějovský 18-Tomáš Sivok 19-Rudolf Skácel 20-Jaroslav Plašil 21-Tomáš Ujfaluši 22-David Rozehnal 23-Daniel Zítka

Treinador: Karel Brückner

Turkey:

1-Rüştü Reçber 2-Servet Çetin 3-Hakan Balta 4-Gökhan Zan 5-Emre Belözoğlu 6-Mehmet Topal 7-Mehmet Aurélio 8-Nihat Kahveci 9-Semih Şentürk 10-Gökdeniz Karadeniz 11-Tümer Metin 12-Tolga Zengin 13-Emre Güngör 14-Arda Turan 15-Emre Aşık 16-Uğur Boral 17-Tuncay Şanlı 18-Kazım Kazım 19-Ayhan Akman 20-Sabri Sarıoğlu 21-Mevlüt Erdinç 22-Hamit Altıntop 23-Volkan Demirel

Treinador: Fatih Terim

Switzerland:

1-Diego Benaglio 2-Johan Djourou 3-Ludovic Magnin 4-Philippe Senderos 5-Stephan Lichtsteiner 6-Benjamin Huggel 7-Ricardo Cabanas 8-Gökhan Inler 9-Alexander Frei 10-Hakan Yakin 11-Marco Streller 12-Eren Derdiyok 13-Stéphane Grichting 14-Daniel Gygax 15-Gelson Fernandes 16-Tranquillo Barnetta 17-Christoph Spycher 18-Pascal Zuberbühler 19-Valon Behrami 20-Patrick Müller 21-Eldin Jakupovic 22-Johan Vonlanthen 23-Philipp Degen

Treinador: Jakob Kuhn

GRUPO "B"

Austria:

1 Alex Manninger 2 Joachim Standfest 3 Martin Stranzl 4 Emanuel Pogatetz 5 Christian Fuchs 6 René Aufhauser 7 Ivica Vastic 8 Christoph Leitgeb 9 Roland Linz 10 Andreas Ivanschitz 11 Ümit Korkmaz 12 Ronald Gercaliu 13 Markus Katzer 14 György Garics 15 Sebastian Prödl 16 Jürgen Patocka 17 Martin Hiden 18 Roman Kienast 19 Jürgen Säumel 20 Martin Harnik 21 Jürgen Macho 22 Erwin Hoffer 23 Ramazan Özcan

Treinador: Josef Hickersberger

Croatia:

1 Stipe Pletikosa 2 Dario Šimić 3 Josip Šimunić 4 Robert Kovač 5 Vedran Ćorluka 6 Hrvoje Vejić 7 Ivan Rakitić 8 Ognjen Vukojević 9 Nikola Kalinić 10 Niko Kovač 11 Darijo Srna 12 Mario Galinović 13 Nikola Pokrivač 14 Luka Modrić 15 Dario Knežević 16 Jerko Leko 17 Ivan Klasnić 18 Ivica Olić 19 Niko Kranjčar 20 Igor Budan 21 Mladen Petrić 22 Danijel Pranjić 23 Vedran Runje

Treinador: Slaven Bilić

Germany:

1 Jens Lehmann 2 Marcell Jansen 3 Arne Friedrich 4 Clemens Fritz 5 Heiko Westermann 6 Simon Rolfes 7 Bastian Schweinsteiger 8 Torsten Frings 9 Mario Gómez 10 Oliver Neuville 11 Miroslav Klose 12 Robert Enke 13 Michael Ballack 14 Piotr Trochowski 15 Thomas Hitzlsperger 16 Philipp Lahm 17 Per Mertesacker 18 Tim Borowski 19 David Odonkor 20 Lukas Podolski 21 Christoph Metzelder 22 Kevin Kuranyi 23 René Adler

Treinador: Joachim Löw

Poland:

1 Artur Boruc 2 Mariusz Jop 3 Jakub Wawrzyniak 4 Pawel Golański 5 Dariusz Dudka 6 Jacek Bąk 7 Euzebiusz Smolarek 8 Jacek Krzynówek 9 Maciej Żurawski 10 Łukasz Garguła 11 Marek Saganowski 12 Tomasz Kuszczak 13 Marcin Wasilewski 14 Michał Żewłakow 15 Michał Pazdan 16 Jakub Błaszczykowski 17 Wojciech Łobodziński 18 Mariusz Lewandowski 19 Rafał Murawski 20 Roger Guerreiro 21 Tomasz Zahorski 22 Łukasz Fabiański 23 Adam Kokoszka

Treinador: Leo Beenhakker

GRUPO "C"

Italy:

1 Gianluigi Buffon 2 Christian Panucci 3 Fabio Grosso 4 Giorgio Chiellini 5 Fabio Cannavaro 6 Andrea Barzagli 7 Alessandro Del Piero 8 Gennaro Gattuso 9 Luca Toni 10 Daniele De Rossi 11 Antonio Di Natale 12 Marco Borriello 13 Massimo Ambrosini 14 Marco Amelia 15 Fabio Quagliarella 16 Mauro Camoranesi 17 Morgan De Sanctis 18 Antonio Cassano 19 Gianluca Zambrotta 20 Simone Perrotta 21 Andrea Pirlo 22 Alberto Aquilani 23 Marco Materazzi

Treinador: Roberto Donadoni

Netherlands:

1 Edwin van der Sar 2 André Ooijer 3 John Heitinga 4 Joris Mathijsen 5 Giovanni van Bronckhorst 6 Demy de Zeeuw 7 Robin van Persie 8 Orlando Engelaar 9 Ruud van Nistelrooy 10 Wesley Sneijder 11 Arjen Robben 12 Mario Melchiot 13 Henk Timmer 14 Wilfred Bouma 15 Tim de Cler 16 Maarten Stekelenburg 17 Nigel de Jong 18 Dirk Kuyt 19 Klaas Jan Huntelaar20 Ibrahim Afellay 21 Ryan Babel 22 Jan Vennegoor of Hesselink 23 Rafael van der Vaart

Treinador: Marco van Basten

Romania:

1 Bogdan Lobonţ 2 Cosmin Contra 3 Răzvan Raţ 4 Gabriel Tamaş 5 Cristian Chivu 6 Mirel Rădoi 7 Florentin Petre8 Paul Codrea 9 Ciprian Marica 10 Adrian Mutu 11 Răzvan Cociş 12 Marius Cornel Popa 13 Cristian Sapunaru 14 Sorin Ghionea 15 Dorin Goian 16 Bănel Nicoliţă 17 Cosmin Moti 18 Marius Niculae 19 Adrian Cristea 20 Nicolae Dică 21 Daniel Niculae 22 Ştefan Radu 23 Eduard Stăncioiu

Treinador: Victor Piţurcă

France:

1 Steve Mandanda 2 Jean-Alain Boumsong 3 Eric Abidal4 Patrick Vieira 5 William Gallas 6 Claude Makelele 7 Florent Malouda 8 Nicolas Anelka 9 Karim Benzema 10 Sidney Govou 11 Samir Nasri 12 Thierry Henry 13 Patrice Evra 14 François Clerc 15 Lilian Thuram 16 Sébastien Frey 17 Sébastien Squillaci 18 Bafétimbi Gomis 19 Willy Sagnol 20 Jérémy Toulalan 21 Lassana Diarra 22 Franck Ribéry 23 Grégory Coupet

Treinador: Raymond Domenech

GRUPO "D"

Greece:

1 Antonios Nikopolidis 2 Giourkas Seitaridis 3 Christos Patsatzoglou 4 Nikolaos Spyropoulos 5 Traianos Dellas 6 Angelos Basinas 7 Georgios Samaras 8 Stylianos Giannakopoulos 9 Angelos Charisteas 10 Georgios Karagounis 11 Loukas Vintra 12 Konstantinos Chalkias 13 Alexandros Tzorvas 14 Dimitrios Salpingidis 15 Vassilios Torosidis 16 Sotirios Kyrgiakos 17 Theofanis Gekas 18 Ioannis Goumas 19 Paraskevas Antzas 20 Ioannis Amanatidis 21 Konstantinos Katsouranis 22 Alexandros Tziolis 23 Nikolaos Liberopoulos

Treinador: Otto Rehhagel

Russia:

1 Igor Akinfeev 2 Vasili Berezutski 3 Renat Yanbaev 4 Sergei Ignashevich 5 Aleksei Berezutski 6 Roman Adamov 7 Dmitri Torbinskiy 8 Denis Kolodin9 Ivan Saenko 10 Andrei Arshavin 11 Sergei Semak 12 Vladim ir Gabulov 13 Pavel Pogrebnyak 14 Roman Shirokov 15 Diniyar Bilyaletdinov 16 Vyacheslav Malafeev 17 Konstantin Zyrianov 18 Yuri Zhirkov 19 Roman Pavlyuchenko 20 Igor Semshov 21 Dmitri Sychev 22 Aleksandr Anyukov 23 Vladimir Bystrov

Treinador: Guus Hiddink

Sweden:

1 Andreas Isaksson 2 Mikael Nilsson 3 Olof Mellberg 4 Petter Hansson 5 Fredrik Stoor 6 Tobias Linderoth 7 Niclas Alexandersson 8 Anders Svensson 9 Fredrik Ljungberg 10 Zlatan Ibrahimović 11 Johan Elmander 12 Rami Shaaban 13 Johan Wiland 14 Daniel Majstorovic 15 Andreas Granqvist 16 Kim Källström 17 Henrik Larsson 18 Sebastian Larsson 19 Daniel Andersson 20 Marcus Allbäck 21 Christian Wilhelmsson 22 Markus Rosenberg 23 Mikael Dorsin

Treinador: Lars Lagerbäck

Spain:

1 Iker Casillas 2 Raúl Albiol 3 Fernando Navarro 4 Carlos Marchena 5 Carles Puyol 6 Andrés Iniesta 7 David Villa 8 Xavi Hernández 9 Fernando Torres 10 Cesc Fábregas 11 Joan Capdevila 12 Santi Cazorla 13 Andrés Palop 14 Xabi Alonso 15 Sergio Ramos 16 Sergio García 17 Daniel Güiza 18 Álvaro Arbeloa 19 Marcos Senna20 Juanito Gutiérrez 21 David Silva 22 Rubén De La Red 23 Pepe Reina

Treinador: Luis Aragonés

Força Portugal,BD está contigo...

Image Hosted by ImageShack.us

Políticas de Juventude de Ílhavo

O Conselho Municipal de Juventude, o apoio à Emancipação Jovem, e o Cartão Jovem Municipal, são algumas das reivindicações que a JS tem vindo a reclamar para os jovens do Concelho de Ílhavo nos últimos tempos. Consideramos que estes temas constituem-se como pilares fundamentais para a existência de políticas de juventude que se pretende que sejam responsáveis, integradoras, inovadoras e que promovam a coesão social e a discussão séria e sóbria dos problemas dos jovens.

Vamos continuar a defender estas áreas que entendemos ser estratégicas e que devem de ser privilegiadas em qualquer programa de políticas de juventude. São temas que merecem mais atenção e discussão. São temas que os jovens naturalmente elegem como importantes e que esperam pela concretização e materialização destes mesmos temas em projectos úteis, sérios e sustentáveis.

Infelizmente, o discurso que muitas das vezes é apresentado revela um vazio total sobre os temas que mais nos interessam. Por outro lado, quando se decide avançar com uma actividade, por mais desenquadrada e desligada que esteja da realidade, acaba sempre por ser declarada como um grande projecto merecedor da dedicação e empenho de todos os jovens.
Nós não aceitamos que esta postura continue impune e intocável. Exigimos seriedade e verdade nos assuntos relacionados com a juventude.
Muitos acusam os jovens de não estarem atentos à realidade que os rodeia. Será verdade? A resposta é muito directa: Não. Estão é preocupados com outras questões que este executivo ignora.

Sabemos que entre as inúmeras dificuldades que os jovens enfrentam, são as condições sócio-económicas e a falta de motivação que limitam a sua vontade em participar nos problemas locais e nacionais. Por isso entendemos que uma autarquia que se preocupa com os seus jovens deveria de promover iniciativas dirigidas a minimizar esta realidade. Existem diversas formas de se conseguir realizar este objectivo. Para isso é necessário conhecer a realidade, apoiar, esclarecer, intervir e motivar. È necessária uma postura de pró-actividade e não de inércia.

À semelhança do que pensa a maioria dos jovens, a JS também entende que o actual executivo está mais preocupado em organizar festas e actividades lúdicas do que em trabalhar em prol dos interesses e necessidades dos jovens. O Plano de Actividades para a área da juventude é um bom exemplo que confirma esta triste realidade. É constituído principalmente por programas que estão assentes na diversão e distracção.

Com a aproximação das férias de Verão, vão surgir alguns desses programas. Por exemplo, o PMOTL (Programa Municipal de Ocupação de Tempos Livres), Sábados no Jardim e Semana Jovem. São programas que no seu inicio tiveram a sua importância, e que muito naturalmente devem continuar a merecer o seu espaço em qualquer programa municipal de juventude, mas que devem agora ser sujeitos a uma reciclagem. Porquê? Porque os jovens querem menos actividades fúteis e mais actividades que promovam o seu desenvolvimento pessoal e valorizem o seu contributo na vida local.
Somos da opinião de que é importante que estas actividades possam ter lugar e alcançar com sucesso os seus objectivos específicos. Não concordamos é que sejam totalmente exclusivas do actual modelo de políticas para a área da juventude deste executivo.

Entendemos que os Equipamentos e Serviços existentes, e que estão disponíveis para a população em geral, deviam servir os reais interesses dos jovens. Nós sabemos que nesta parte não servem. Por isso, a par das reivindicações que acima referimos, sugerimos que se passe a fazer uma boa utilização destes espaços. Ideias não faltam. Basta ouvir os jovens. Também temos vindo a defender a livre discussão de ideias inovadoras para o concelho, a criação de parcerias com entidades que privilegiem a busca do conhecimento, por exemplo, a Universidade de Aveiro, um forte apoio à concretização de projectos e ideias com forte incidência na área das Políticas Sociais Activas, do Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, Arquitectura e Urbanismo, Turismo, Transportes e obviamente na área das Políticas de Juventude.

Defendemos que a Câmara Municipal deve criar condições que funcionem como rampas de lançamento para os projectos dos jovens do nosso Concelho. Nós acreditamos no potencial e na capacidade inovadora dos jovens do nosso concelho.
Será que este executivo pensa da mesma forma?

Sabemos que este executivo teima em não conseguir dar uma resposta séria e bem fundamentada aos principais problemas que mais nos preocupam. Sabemos que a postura irresponsável e demagógica que praticam prejudica seriamente o presente e o futuro dos jovens. Deste modo, a JS enquanto estrutura política de juventude responsável e atenta vai continuar a avançar com sugestões e a criticar a existência de políticas que são vagas no seu conteúdo e desligadas da realidade local.


Jorge Almeida
(Coordenador da JS Ílhavo)

Na escola...

Itália
Vídeo mostra alunos a "apalpar" a professora! O responsável de educação da província de Lecce (Itália) abriu um inquérito para investigar a veracidade de um vídeo disponibilizado na internet, no qual vários alunos menores de idade aparecem masturbando sua professora, enquanto esta dá aula.
No vídeo, filmado com um telemóvel, e com 80 segundos de duração, a professora aparece sentada e dando aula, cercada por três alunos.
Depois, a câmera mostra as costas da professora e a parte superior da sua roupa interior, onde os três alunos passam a mão, um de cada vez.
Em determinado momento da gravação é possível ver a cara de dois dos menores e da professora.
O facto acabou na primeira página dos sites dos maiores jornais italianos, assim como nos canais de televisão.
Uma cópia do vídeo já está nas mãos da Justiça.
Através de um advogado, a professora, cujo nome não foi divulgado, garantiu "ter sido vítima dos estudantes".
Por sua vez, o presidente do Observatório para os Direitos do Menor, Antonio Marziale, afirmou que "é impensável que factos deste tipo possam ocorrer nas escolas".
Para Marziale, "é necessário agir com medidas de contenção, como a proibição a alunos, professores e auxiliares, de levar telefones celulares para a sala de aula".
Também exigiu que o Estado "seja firme nas medidas adoptadas contra os professores que não têm condições éticas para cumprir suas tarefas".

EFE

Veja o video...

sexta-feira, 30 de maio de 2008

Assterisk


Guardem-me esta miuda neste fim-de-semana

Caros leitores do Bancada Directa

Receio ser um pouco insistente, mas tenho de recorrer à vossa disponibilidade, para me guardarem esta miuda durante este fim-de-semana. Por favor não abusem!!!

Na próxima segunda-feira será provavel não me encontrarem, e a devolução ser dificil. Em todo o caso podem deixa-la na minha caixa do correio. Muito obrigado!

(Elle Mcpherson)

Eu vos suplico.

Perante a ansiedade de quem faz este apelo, Onaírda não teve a menor hesitação em o publicar no Bancada Directa, ciente da boa compreensão do administrador do blogue!
'EU VOS SUPLICO'
ArturMarques
BancoEspíritoSanto,S.A.
Gestor360º - Agência S. João do Souto. Largo S.João do Souto 31. 4700 030Braga
Tel:253609078 Telemóvel: 96 2141235
Divulguem a foto,por favor! 'EU VOS SUPLICO'

Só me faltava assistir a uma sessão de "wrestling parlamentar"!

Até dava para rir, se a crise que avassala o país não nos obrigasse a reflectir sobre a qualidade destes políticos.



"Wrestling parlamentar".

Ontem, quinta-feira 29 de Maio de 2008, assistiu-se na Assembleia da Republica a episódios dialogantes dignos de registo!.

Comecemos pelo senhor primeiro ministro quando interpela Francisco Louçã:

“ A primeira regra em Democracia é não mentir“!!!!

Responde o leader do Bloco de Esquerda:

“Chamar-me mentiroso? Atreva-se, senhor primeiro ministro!. Os portugueses olham para si e para mim!. Eles sabem bem quem está a mentir“!!!!

Quando Paulo Portas assediava Sócrates com a questão dos aumentos dos combustíveis, o primeiro ministro invectivava o leader do CDS/PP com esta qualidade:

Depois do Paulinho das feiras, temos agora o Paulinho das bombas!”

Pedro Santana Lopes, leader da bancada parlamentar do PP/PSD dirige-se a José Sócrates e pergunta-lhe assim:

"Numa reacção aos sinais de descontentamento manifestados por Mário Soares e Manuel Alegre, o primeiro ministro considerou esta quinta-feira, no Parlamento, que o primeiro foi «vítima de um embuste», enquanto o segundo é «responsável pelos seus actos ..
Pergunto-lhe se mantém a mesma reacção perante a realidade de termos 930 mil portugueses com menos de dez euros por dia e 250 mil com menos de cinco euros? A questão é política, a do reconhecimento desta situação. Considera que Mário Soares também foi demagogo?"

Resposta de José Sócrates

"Onde chegou a desfaçatez política. Um político indignar-se com um número que diz respeito a um momento em que exerceu as funções de primeiro-ministro é o máximo do descaramento. Eu esta nunca tinha visto em Portugal "

Nova reacção de Pedro Santana Lopes:

"Acha que Mário Soares, D. José Policarpo, o deputado Manuel Alegre estão todos errados? E que medidas pensa tomar? Não vale a pena fazer comentários a essas afirmações de que o indicador de pobreza se deve a seis meses de governação. É tão ridículo que não vale a pena"

Pela minha parte fico a pensar naquilo que me rodeia e dos homens que me representam na Assembleia da Republica, com o Governo a não ficar de fora neste “Wrestling Parlamentar” de baixo nível. Que saudades que eu tenho dos grandes combates de “catch-as-catch can” (era o agarra-te como puderes!)que eu assistia naquele recinto ao ar livre do Parque Mayer. E o meu ídolo pela simpatia que irradiava era o Dom Pipas. É que agora nem simpáticos são!!!!

Eles andem ai...!!!

Pode ler-se aqui de trivela, mas... há mais!!!
Esta ultima frase no rodapé, podia muito bem ter sido dita há muitos anos, pelo Gilberto, mas... dirigindo-se a outras pessoas!!!

Como diria a minha Avó:


Agora é que o porko troce o rabo...



Olha... os Abramovich's e os gajos do Gazprom, donos do Zenit ao barulho... ui... ui!!!!


Lá diria a minha Avó:


Com ferros matas, com ferros morres!


Olho por olho, dente por dente!

Professor Bambo: mais uma achega para o caso.

O desenvolvimento do caso “Professor Bambo”

Diz uma ex-cliente que pagou mais de 17.000 euros ao Professor Bambo.


Consultas de Bambo levaram mulher a contratar detectives para vigiarem o marido.

Fonte = Correio da Manhã de 2008/05/29: Jornalista = Manuela Teixeira.

Maria, uma de entre muitas mulheres clientes do professor Bambo, sente-se burlada pelo vidente senegalês, a quem pagou mais de 17.000 euros para resolver problemas que afinal não tinha. Não apresenta queixa nas autoridades para evitar a vergonha perante a família.
Esta antiga cliente consultou Bambo quando estava com dificuldades na empresa. Ele deu-me garantias de que o negócio ia melhorar muito. Pediu-me logo 5.000 euros em dinheiro. O negócio melhorou ligeiramente na época natalícia, facto que hoje Maria considera normal. Mas na altura voltou a consultar o Professor Bambo .“Afirmou que o meu marido tinha uma amante, que ia sair de casa e que os meus filhos ficavam com o pai, mas garantiu-me que ia resolver o problema com um tratamento", contou ao Correio da Manhã.”.

Maria pagou mais 5.000 euros! “Mandou-me colocar uns líquidos na loja, mas depois disse-me que um funcionário tinha visto e que por isso tinha de fazer tudo de novo Pagou outra vez 5.000 euros, embora já desconfiada dos poderes ocultos do Professor Bambo.”
“Contratei detectives para vigiar o meu marido e garantiram-me que ele não tinha qualquer amante”, revelou a ex-cliente. Mesmo assim Maria voltou à consulta do Professor Bambo e este disse-lhe que iria ficar com a vida num caos, se não fizesse o tratamento. Maria pagou pela ultima vez. “Hoje percebo que ele é que me convencia de que tinha muitos problemas” Maria revela ainda que Bambo e o assistente lhe faziam muitos elogios e diziam-lhe que ela era muito bonita. Esta ex-cliente acredita que os ditos elogios podiam ter outras intenções.

Bambo é suspeito de crimes de burla, extorsão e um de violação. Aparentemente indiferente ao processo mantém abertos os seus 5 escritórios.

Aguarda-se para se saber se a PSP encontra matéria sobre o Professor Bambo para enviar para o Ministério Publico. Volto a comentar, pelo que deduzi da analise desta entrevista, que fico perfeitamente convencido, que só consultam estas figuras da videncia quem quer e que voluntariamente o fazem!!!

A música do Euro 2008



quinta-feira, 29 de maio de 2008

Imprensa no seu melhor!

Canizares, jogador do Real Madrid esteve em destaque?!!!
Mas este não abandonou o Valência este mês?!

Vieira revelou o nome a presidente de Angola,

mas depois não ficou a saber o nome do escolhido?!!!

Em que ficamos?!!
Ainda existe quem acredite muito nela....

RAZÕES PARA RONALDO MUDAR PARA ESPANHA ...

NEREIDA

Pormenores descuidados...


Xico-Esperto(s)

Existem e pululam por esse país fora, infelizmente em quantidade suficiente para contaminar organizações e instituições em geral e algumas (importantes) em particular. Antigamente palitavam os dentes e cheiravam a suor e engraxavam os sapatos com o jornal enfiado debaixo do sovaco. Actualmente, estão mais “polidos” e “sofisticados” e apresentam, sempre, um ar dinâmico e diligente, por isso andam em permanente comunicação, i/é, agarrados ao telemóvel, já não cheiram mal, mas continuam a fazer muito mal.

Vem isto a propósito de algumas notícias (recentes) relacionadas com alguns comportamentos associados a personagens que estão ligadas de forma directa e indirecta aos chamados Apitos, Final e Dourado.

Com efeito o FC Porto ao não recorrer para o Conselho de Justiça da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) da decisão da Comissão de Disciplina (CD) da LIGA, designadamente da sanção que lhe foi imposta - perda de 6 pontos e multa de 150 mil € - acabou por aceitar implicitamente e objectivamente as sanções do CD e a culpa que lhe foi imputada.

Esta assumpção implícita da culpa por parte dos dirigentes do FC Porto não aconteceu por acaso. Aconteceu e inseriu-se numa estratégia para evitar, caso se optasse por recorrer da decisão do CD, que uma das sanções, nomeadamente a perda dos 6 postos, resvalassem para a época seguinte (2008/2009), podendo assim vir a comprometer a conquista do campeonato.

Acontece que um azar nunca vem só e ao que parece a UEFA decidiu, recentemente, que os clubes que tenham sido acusados e culpados pela Justiça Desportiva dos seus países de origem de situações de viciação de resultados podem ser penalizados, no ano em que ocorreram essas decisões, com o impedimento de participarem nas competições organizadas por esse organismo europeu.

Pelos vistos os autores da “competente estratégia”podem ter sido enganados. É caso para se dizer que o tiro pode ter-lhes saído pela culatra.

Bom, mas não levou muito tempo para que aparecessem Outros Xico-Esperto(s) a reclamarem que eram eles e o seu clube que deveria ocupar a posição deixada em aberto pelo eventual impedimento competitivo do FC Porto. Esquecendo-se, entretanto, de um pequeno pormenor, justamente, o de que pode não ser esse o entendimento e a opção final da UEFA quanto ao clube escolhido para substituir o sancionado.


Pedro Vieira em Alvaláxia

Haja coerência e clareza




Deixamos aqui um texto do Movimento Leão de Verdade

Haja coerência e clareza


"Chegado da assembleia-geral deixo breve comentário e esclarecimento a todos os sócios e adeptos que acedam ao nosso site em busca de informações sobre a mesma e sobre as consequências do resultado de “aparente” derrota da proposta de reestruturação.

O presidente do conselho directivo apresentou-se aos sócios fazendo um esclarecimento, no arranque da assembleia: apesar de apenas uma das três propostas pedir aprovação por 2/3 dos votos dos associados presentes, o conselho directivo submetia-se à decisão dos sócios, apresentando toda a proposta em conjunto. No final da sua intervenção deixou transparecer de forma pouco clara (o suficiente para a grande maioria dos sócios que esclareci não se terem apercebido desse facto) que apesar de tudo, caso mesmo assim o conjunto da proposta tivesse mais do que 50% dos votos presentes se reservava o direito de avançar com as duas propostas que, se equacionadas em separado, não necessitariam de ir a assembleia-geral.

Ao aperceber-me desta falta de clareza, aproveitei o minuto de intervenção que me foi concedido, já numa fase fnal de assembleia lamentável em que os sócios falavam durante um minuto para alguns enquanto que outros tinham já autorização para votar, em imaginável confusão, para pedir ao presidente do conselho directivo que esclarecesse essa dúvida de imediato, a tempo de prestar esclarecimento útil perante os associados que já votavam. Infelizmente isso não veio a acontecer, embora o presidente Soares Franco me tenha confirmado de imediato após o fim da minha intervenção, em conversa pessoal, que a interpretação que fiz das suas palavras estava correcta.

Apenas no final, após o resultado anunciado (que inviabilizou formalmente a proposta por não atingir os 2/3 necessários) foi prestado esse esclarecimento, pelo presidente da assembleia-geral, a pedido de do presidente do conselho directivo, provocando naturais reacções nos inúmeros associados que não se aperceberam desta questão nas palavras iniciais do presidente do clube, que apesar de compreendidas por alguns não foram obviamente suficientemente claras para todos.

É do meu entendimento (e de tantos sócios admirados com o desfecho) que a partir do momento em que o presidente do conselho directivo apresenta um conjunto de 3 propostas para votação conjunta, mesmo que duas delas não carecessem aparentemente de ir a assembleia-geral, é incoerente e pouco claro avançar do mesmo modo com as duas decisões para as quais tinha liberdade de decisão, após apresentar todo um plano de reestruturação para votação conjunta dos sócios.

Aproveito para dizer que, sem que contássemos com isso e numa fase em que já excedemos há algum tempo o número mínimo de votos necessários à sua convocação, tivemos forte adesão de sócios ao pedido de assembleia-geral extraordinária, agora e nunca cada vez mais centralizado num pedido de auditoria externa, independente, com contas consolidadas de todo o grupo Sporting. Após mais uma AG onde o passado foi discutido com veemência mas pouco detalhe e fundamentação é cada vez mais evidente que os sócios do Sporting têm o direito e a necessidade de conhecer toda a realidade da história recente e presente do Sporting Clube de Portugal, quando é cada vez mais óbvio que o projecto Roquette e seus derivados constituem a pior catástrofe que alguma vez se abateu sobre o Sporting Clube de Portugal.

Voltaremos certamente com mais esclarecimentos,Saudações leoninas,

Pedro da Cunha Ferreira - sócio nº 9.576"




Um duro revés no plano de Soares Franco

Apesar de ter sido uma vitória clara do sim, considero este resultado um duro revés nos intentos de Soares Franco! Convém lembrar a pressa com que foi marcada esta assembleia de forma a anteceder a outra que os membros do movimento “Leão de Verdade” tinham com o intuito de falar em temáticas que não agradam muito à direcção!

Apesar deste resultado estar perto do resultado que Soares Franco ambicionava, agora se não quiser desistir da sua ideia só tem dois caminhos possíveis: o primeiro passa por afirmar que o resultado está muito perto daquele que precisava e que a diferença é irrelevante, levando desta forma a uma solução em que demonstra falta de respeito pelos sócios, já que passava claramente pela vontade deles! O segundo caminho possível seria andar a lutar para explicar aos sócios e isso implicaria ter de marcar posição na “indesejada” AG que o LdV deseja marcar para fazer uma auditoria externa às contas…

O que é triste é que pelos vistos irá haver um aproveitamento de Soares Franco para vender a Academia e fazer o lançamento das VMOC’s já que pelos vistos não era obrigação dele levar o assunto à Assembleia e apenas o fez porque porque a terceira alínea do projecto precisava de ser aprovado ao contrário das duas que referi neste parágrafo. Daqui também será curioso verificar se Soares Franco irá agora cair em tentação de alegar que duas partes do projecto foram aceites, ou se aceita que o projecto, como um todo, não passou na vontade dos adeptos…

Cá estaremos para ver!

Tiago Silva



Opinião pessoal:


Como é possível haver uma só votação, e duas interpretações diferentes da mesma?!!

Se duas alíneas não necessitavam de aprovação, para que foram a escrutínio?!

Mais, se a votação inviabilizou formalmente a proposta por não atingir os 2/3 necessários, e estavam as três alíneas na mesma, porque razão vem agora dizer que só uma não passou, pois se as outras não necessitavam de aprovação, não teriam necessidade de votação, e se foram teriam de ser respeitada a votação nos 2/3 que chumbou a proposta no seu todo, ou não?!!

Alguém consegue explicar uma proposta com três pontos, ter uma só votação e deduzir-se situações diferentes para cada uma?!!

Iludem-se os tolos com bolos...

Eu percebi onde Soares Franco e seus pares quiseram chegar e conseguiram. Até nas derrotas dão a volta, e esclamam, meias vitórias. Não é para todos, só para alguns e imprensa portuguesa ...

Academia ontem foi vendida, pois o Sporting daqui a pouco tempo vai converter em VMOC’s , que são a paga da mesma agora para daqui a 5 anos, sendo que lá vai dizer que os encargos com juros e que o Sporting nessa altura não vai ter condições para dar mais 60 milhões pela mesma, e por isso, vem a história de mais valias onde os accionistas vão usufruir das mesmas, sendo que preço comprado agora, não será o mesmo que daqui a alguns anos, pois os terrenos sairão valorizados em Alcochete e muito apetecíveis, e por isso o negócio da venda da Academia foi passado ao papel ontem com cheque vistado por alguns sócios [minoria do universo], pois à muito já estava definido o mesmo...


Mas vamos aguardar pelo futuro, pois esse é o melhor conselheiro das palavras sérias e honesta que cada um pode ter, pois muitos não alcançam o futuro das situações agora, e esses são os que tem a visão muito estreita do futuro, e por isso este mundo é engolido pelos mais astutos e perspicazes, e não pelos que ainda sonham com os olhos abertos...

Pensam só no presente e em utopias, que duvido venham acontecer...


PS* Não sou contra investidores nos clubes de futebol, pois temos vários exemplos mundiais de sucesso, e penso que o futuro passa por ai, pois emocionalmente é impossível manter um mercado cada vez mais competitivo e profissional, desde que se vendam os clubes pelo valor justo, sério e aberto, e quando falo aqui nestes pontos, é na globalização do mesmo a entidades exteriores com capacidade para o fazer num mercado livre e claro, e não a uma elite que do aproveitamento de hierarquias ao longo estes anos, se tem aproveitado para comprar aos pedaços pelo preço de saldo a emotividade que o clube ainda tem junto de muitos associados, um clube que [é] era uma marca nacional, e sem que no futuro haja "back to future", e se houver [duvido], pode ter largas dificuldades de ser o que foi num passado, pela visão extremamente elitista, economicista de tratar um clube de futebol, em que a estratégia é lucros formativos a seus accionistas em detrimento do desportivo a sustentar o económico [como faz o Porto e bem, e outros glutões do futebol], que sem um projecto sustentado nesta vertente de sucesso, que é razão de ser dos clubes mundiais [sem paixão e vitórias não existem], com valores desportivos de alcançar o mesmo, que foi a intenção da sua criação pelos seus fundadores, ou seja perde-se o valor para que existiu e foi fundado o Sporting clube, que tem um nome nacional associado no mundo: Portugal, e também é um património do mesmo, como um Porto, Benfica e Outros, que são um dos nossos maiores activos económicos, sociais/formativos do nosso pequeno país, que assim passa a ser mais uma empresa sem valores culturais ou sociais, que é uma das razões da nossa sociedade actual mais vive, e veja-se alegria pela selecção, num país com problemas mais graves para resolver a nivel económico, político, saúde, educação e outros.


O tempo vai dar respostas.


Sem mais de momento,


PSousa

Mundo Policiário 24/08

Coordenação de Onaírda
Dic Roland e KO = Sempre presentes
Tema de hoje: conheça os nossos autores policiários


Solução do problema "O cantar maravilhoso do tentilhão", publicado no Bancada Directa em 2008/04/29


Antes, a habitual nota de Onaírda:

Realiza-se já no proximo Domingo 1 de Junho o IV Convivio Anual da Tertúlia Policiária da Liberdade, que terá lugar na Quinta do Rio na localidade de Alto das Vinhas, ali mesmo no limite do Parque Natural da Serra da Arrábida, ao Km 5,5 da Estrada N379 que liga Brejos de Azeitão a Santana (Sesimbra)
Confrade amigo esperamos a tua comparencia.


Solução do problema " O cantar maravilhoso do tentilhão "

Quando se refere que estamos num ano muito seco e vai haver um défice previsível de 6,8 %, vê-se que estamos no ano de 2005. E igualmente quando Tempicos traz um ramo de flores, mas que são papoilas e espigas porque era um dia a preceito, também se vê que estamos em quinta-feira da Ascensão, vulgo quinta-feira da espiga. Então o dia é o 5 de Maio de 2005.
A partir das declarações do empregado da cervejaria, sabe-se que o homem branco tentou impedir que o empresário fechasse a porta do seu automóvel.

Por isso deu liberdade de acção para que o negro entrasse pelo lado direito da viatura e executasse o golpe na garganta, confirmado por que só uma pessoa deste lado podia desferir o golpe da direita para a esquerda. Garçôa tem possibilidades de obter a identificação dos indivíduos, não só porque tem as suas impressões digitais nos copos de cerveja ainda no balcão mas especialmente tem as do negro na nota de cinco dólares. E não nos vamos esquecer que o indivíduo branco também deixou impressões digitais no vidro e porta do lado esquerdo

Dada a natureza do crime e não tendo o furto como móbil, facilmente se constata que era um ajuste de contas levado a cabo por profissionais. Assim, era previsível que ambos tivessem cadastro e que já tivessem estado presos. A sua situação de estarem em liberdade era devido a que já tivessem cumprido pena adequada ou então que estivessem a gozar uma “condicional” E no caso concreto do individuo negro, que por ter sotaque afrancesado não deveria ser nacional, seria mais fácil a sua identificação através do SEF. Identificado um, facilmente se chegaria ao outro.

O laboratório da polícia científica trabalhou todo o dia de sexta-feira na digitalização de todas as impressões digitais. Trabalhando com os computadores do Ministério da Justiça e recorrendo-se ao cruzamento de dados, depressa se chegou a Arnaldo Camarão e Mifiná Siké. Prova deste facto foi a presença da agente Cristina no laboratório nessa sexta-feira, providenciando que não houvesse tempos mortos na procura de resultados.
Tendo a certeza de que estes dois tinham sido os criminosos (para o efeito, Garçôa tinha a presença do empregado da cervejaria, que numa sala anexa, e através de um vidro espelhado que o tornava invisível, identificou afirmativamente os assassinos), o inspector recolheu as suas declarações, sempre obrigatórias, com o objectivo de procurar uma confissão espontânea.

As declarações de Arnaldo Camarão foram um rosário de mentiras porque:
a) Já se sabe que o crime ocorreu na quinta-feira da espiga e que no concelho de Mafra, a que pertence a Ericeira, é dia de feriado municipal.O porto de pesca da Ericeira fica totalmente inactivo no que se refere a serviços prestados pelo Clube Naval, proprietário da grua de bota abaixo e de alagem, assim como dos tractores de arrastamento. Logo, seria impossível a Arnaldo entreter-se a ver a grua na sua função habitual dado que ela estava recolhida.


b) Quanto ao treino do tentilhão, este até seria possível, mas neste caso a gaiola teria de estar envolta e tapada com um pano branco, condição indispensável para que o tentilhão cante sem se assustar com o ambiente à sua volta e para não se espantar. Portanto, se as pessoas viram o bico azul do pássaro (o que é normal na Primavera) é porque ia destapado e deste modo não se podiam deliciar com o canto do tentilhão.
Quanto às declarações de Mifiná Siké, Garçôa analisou-as e concluiu:
a) Mifiná referiu que desatracou o barco às 09h00 e que depois seguiu para as bandas do Samouco para apanhar minhocas para a pesca. Até aqui tudo bem, mas a apanha das minhocas só se pode fazer com a maré vazia (mais concretamente uma hora antes da baixa mar e até que a água suba) e nesse dia 5 de Maio a baixa-mar foi às 06h43 e portanto cerca de três horas depois já não era possível apanhar minhocas, nem no Samouco nem em parte alguma que dependesse das marés.
b) Em relação à pesca nas valas de Vila Franca, é uma declaração despropositada, mas em todo o caso incongruente, porque as espécies de peixes referidas, na data de 5 de Maio estão em época de reprodução, portanto nem é a altura ideal, nem é permitida a sua captura.

Com estas declarações tanto Arnaldo como Mifiná mentiram e, mais grave, não apresentaram álibis consistentes que comprovassem que não estiveram no Restelo naquele dia 5 de Maio.

Deste modo, Garçôa tinha todas as condições para fundamentar o seu relatório e enviá-lo para o tribunal.

{ publicado na secção “Policiário” do jornal “Público” de 5 de Março de 2006

NA ORDEM DO DIA....EM PORTUGAL!

O sodomita




Ser português!
Ronaldo sob pressão


Autor Henrique Monteiro


quarta-feira, 28 de maio de 2008

é favor não comentar



SCP: ESCLARECIMENTOS DA A.A.S.

Chegou-me via email o seguinte comunicado que abaixo transcrevo:

"Após a sessão de esclarecimento de ontem, enviamos em anexo, comunicado da AAS referente à próxima Assembleia Geral do Sporting Clube de Portugal.

Com os melhores cumprimentos,
Gabinete de Comunicação e Imagem
Associação de Adeptos Sportinguistas


COMUNICADO 3 / 2008


No seguimento da recente proposta da Direcção do Sporting Clube de Portugal, a ser sufragada na próxima AG do próximo dia 28, a AAS informa que:


1.Aguardou serenamente pela sessão de esclarecimento proposta pela Direcção do Clube.



2.Não se considera totalmente esclarecida quanto aos reais propósitos da operação proposta, preferindo uma reformulação da mesma em diferentes moldes, aproveitando as ideias-chaves positivas que a mesma proposta tem.

3.Os principais pontos a necessitar superior esclarecimento são:

a.A passagem da Academia para a Sporting SAD não contempla nenhuma amortização à actual dívida de 72 M€ do clube perante aquela.

b.A passagem da Academia para a Sporting SAD nos moldes propostos representa uma clara mais valia para os accionistas da SAD em detrimento do clube, dada a prevísivel valorização dos terrenos em causa

c.As VMOC’s podem ser convertiveis para acções caso o Sporting não consiga, no prazo de 5 anos, angariar os 60 M€ necessários para distribuir pelos investidores das VMOC’s. Qual é, então, a estratégia do clube para, no espaço de 5 anos, angariar tal quantia?

d.A conversão das VMOC’s em acções da Sporting SAD resultarão num aumento de capital, em que o Sporting Clube de Portugal perderá a maioria do capital social na SAD. Ainda que detentor de acções de categoria A – que permitem o bloqueio de determinadas decisões da Admnistração daquela empresa, como seja a alienação de património, a gestão do futebol do clube ficará totalmente nas mãos de investidores. Com tudo o que uma visão puramente economicista pode transportar de negativo para um clube desportivo.

e.A passagem da Sporting Comércio e Serviços para a Sporting SAD representa um claro défice ao nível ético, visto que o vendedor dos direitos televisivos tornar-se-ia igualmente o comprador.

f.É referido pela Direcção do clube que pretende investir no Projecto Desportivo. Que Projecto Desportivo é este, quais as suas linhas de orientação mestras e qual o seu planeamento estratégico?



4.Nestas condições e perante as dúvidas referidas, não considera ser plausível, aceitável ou responsável passar carta branca a ninguém, com todo o respeito que os orgãos sociais do clube nos merecem.



5.Lamenta a forma como a Direcção do clube procura impor a sua decisão, revelando a sua decisão de se demitir, caso a proposta colocada a sufrágio não seja aceite. Totalmente inaceitável, no sistema democrático em que vivemos.



6.Por tudo isto, a AAS votará em bloco “Não” e apela à mobilização dos restantes associados do clube bem como ao seu voto responsável!

Porém, mantemos a confiança que os orgãos sociais do clube consigam alterar a referida proposta indo ao encontro das preocupações dos associados.



Comité Executivo
Associação de Adeptos Sportinguistas"

Espaços Jornalísticos de Opinião BD

Adeus, Sporting





A pouca informação que sempre circulou em relação aos clubes de futebol, nomeadamente em Portugal, fê-los agarrarem-se à ideia de que neste território tudo era possível realizar. Por causa dessa pouca informação e daqueles que foram montando os seus negócios privados à custa do “negócio do futebol”, no qual o dinheiro se habituou a circular sem controlo, em grande medida com a conivência do Estado, o chamado desporto-rei refinou os seus toques oligárquicos e quem, através de mecanismos de uma pífia democracia, exerceu o poder dentro dos clubes como se fosse dono deles, utilizando a maior abertura da comunicação social desportiva (comparativamente aos movimentos oposicionistas) para plantar as suas propagandas e plasmá-las em assembleias gerais marcadas, cirurgicamente, para noites a meio da semana, foi-se perdendo “cultura desportiva” para nascer no lugar dela a empresarialização do tecido futebolístico, com as consequências que ora saltam à vista.

O Sporting, sem estar sozinho, apresenta-se nesta encruzilhada. Em Alvalade, o futebol pouco ou nada se discute. Nos últimos anos, o foco das conversas está nas nuances dos projectos financeiros, dos passivos, das negociações com os bancos, dos serviços das dívida, das taxas de juro, das operações de venda de património, sob a falácia de que tudo isso é necessário para não comprometer (ainda mais) a capacidade competitiva dos plantéis que, neste ambiente, são tratados como uma minudência. E uma grande chatice.

Há quem assuma, em círculos fechados, que os mais velhos têm de se conformar com as novas realidades. Adeus, Sporting. Foste uma grande instituição. Atlética e ecléctica. Virada para os seus técnicos e atletas. Agora, são os negócios e a engorda do monstro SAD que há-de rebentar de tanto comer. Uns vão ficar ainda mais ricos, potenciando a riqueza dos seus parceiros ou patrões e hão-de retirar-se na hora certa, convictos de que cumpriram o seu dever, cansados, afinal, de tantas incompreensões e críticas.

Por este andar, não é só a despedida de uma ideia de “devoção e glória”. É o prenúncio da extinção. Histórica.

Autor: RUI SANTOS


«O cobarde»RESPOSTA DA DIRECÇÃO LEONINA A RUI SANTOS


Na sequência do artigo de Rui Santos na edição de ontem, a Direcção do Sporting emitiu a nota que reproduzimos na íntegra...

“O jornal Record e a estação de televisão SIC entendem conceder espaços de opinião semanal para que o Sr. Rui Santos emita as suas ‘opiniões’ sobre o panorama desportivo nacional e, em particular, sobre o futebol. Gostos não se discutem, lamentam-se...

Já se sabe que, quando confrontado com o contraditório, o Sr. Rui Santos é normalmente humilhado e ridicularizado, não consegue discorrer uma única ideia com um mínimo de sentido e revela um total desconhecimento sobre os assuntos relativamente aos quais tenta falar com um ar de autoridade patético. Para além de nunca se esquecer de promover os treinadores e agentes desportivos que mais ‘admira’.Vem isto a propósito do facto de hoje [ontem], na edição do jornal que acoberta as suas crónicas, o Sr. Rui Santos escrever a dado passo do seu miserável escrito:

‘... Agora, são os negócios e a engorda do monstro SAD que há-de rebentar de tanto comer. Uns vão ficar ainda mais ricos, potenciando a riqueza dos seus parceiros ou patrões e hão-de retirar-se na hora certa convictos que cumpriram o seu dever, cansados, afinal, de tantas incompreensões e críticas’.

A isto chama-se cobardia. Não serve o argumento desculpabilizante de que a maneira do Sr. Rui Santos estar na vida é o resultado de um conjunto de complexos de natureza pessoal ou profissional.

Só um cobarde imbuído de uma vergonhosa má-fé jornalística pode escrever o que o Sr. Rui Santos escreve hoje no jornal Record.

Um homem com um mínimo de carácter diria os nomes de quem vai enriquecer e como e não se acobardava atrás das habituais insinuações, para tentar evitar ser responsabilizado. Não surpreende, vindo de quem vem, de alguém que está envolvido há muitos anos nas ‘guerras’ de poder do futebol português, mas mancha também quem lhe dá guarida, neste caso, o jornal Record.

Sporting Clube de Portugal

O Conselho Directivo”

Esta resposta do conselho directivo leonino, é que envergonha e ridiculariza o clube! Ao ponto que se chega por uma suposta causa, que se quer obrigar ao normal associado votar num projecto que só mesmo alguns doutorados e sócios cegos de vitórias acreditam, pois eu se perspectivasse que ia engordar uns milhões, também acreditava..

O que o sr. Rui Santos [não sendo uma pessoa que concorde em tudo], falou em relação à manietação das AG´s é claro e sério na sua analise, e só quem não as presencia ou está mais atento é que não vê.

Responder a um artigo de jornal desta forma e violentar a pessoa de Rui Santos (independentemente de sermos acordo ou não) é de baixismo cultural e ético que não corresponde ao nome Sporting! Eu compreendo que a direcção ficou muito incomodada com as verdades da crónica, mas responder neste tom, só mostra o tipo de pessoas que governam um clube como o Sporting clube de Portugal e que são capazes de tudo para chegar aos seus intentos. Até me admira, pois o Sr. Soares Franco disse que nunca descia ao nível de certas pessoas, mas afinal...

Porque raio o Sporting não coloca no seu site oficial as opiniões discordantes relativas ao projecto financeiro? Seria a melhor forma de clarificar os sócios, permitir que eles pudessem "ouvir" ambas as partes e tirarem as suas próprias conclusões! Mas não, é assim a democracia do Sporting, que tem vindo em tudo o que é jornal a dar entrevista pelar ao voto, e com a chantagem de não recandidatura se não for aprovado...

EX-CANDIDATO MUITO CRÍTICO COM SOARES FRANCO
Abrantes Mendes fala em pressões inadmissíveis



Sérgio Abrantes Mendes, candidato derrotado nas últimas eleições, mostrou-se bastante crítico em relação à postura assumida por Filipe Soares Franco nos derradeiros dias, nomeadamente a ameaça de sair do clube no final do mandato, caso o projecto de restruturação não seja aprovado.“É uma situação grave. Não lhe quero chamar directamente de chantagem mas, pelo menos, existe uma clara pressão sobre os sócios. Aliás, já se tinha passado isto aquando da venda do património não desportivo...”, começou por referir o juiz, complementando: “Tudo isto é inadmissível, porque não houve tempo suficiente para se estudar uma questão com tanta especificidade. Na entrevista que deu ao ‘Expresso’, Filipe Soares Franco quase assumiu que falhou rotundamente na gestão que tem feito. Até porque, dizendo que se o projecto não for aprovado o clube não pode pagar as dívidas, isso é sinal que o Sporting está à beira da falência...”


Leão de Verdade quer AG extra
PRETENDE AUDITORIA AO CLUBE E ÀS SOCIEDADES


O Movimento Leão de Verdade entregará a 2 de Junho o requerimento com vista à realização de uma AG extraordinária para votar uma auditoria ao clube e a todas as sociedades do Grupo Sporting, discutir o pagamento do passivo bancário e a venda dos terrenos do antigo Estádio Alvalade e dos direitos de superfície do Interface do Campo Grande, além da venda do património não desportivo.

Não sei se serão bem-vindos ou terão sucesso...a ver vamos...



Soares Franco em entrevista ao Record

Linhas mais interessantes de se analisar, com direito de resposta da minha parte:




R – Se se recandidatar é para ser campeão?

FSF – Eu quero ser campeão para o ano! Não tem nada a ver com uma recandidatura.

Esse discurso populista de querer ser campeão para o ano dá muito que falar, parece os políticos em tempo de eleições para serem eleitos que utilizam um discurso parecido, tipo "...vamos baixar os impostos" e depois....

Afinal não queria ser campeão este ano que passou? Não disse que se ficasse em segundo não tinha de pagar prémios de jogo aos jogadores? O seu discurso nunca esteve à altura do clube que representa. Tem mais de 100 anos de historia e merecem os sportinguistas um presidente que ame o Clube na sua plenitude e que possa disponibilizar mais horas ao mesmo, digo eu, e não quando se aproximam eleições e aprovações de projectos no mínimo duvidosos para clube.

R- Admite demitir-se se o seu projecto for chumbado?

FSF – Quando nos candidatamos há que ter a noção de que é preciso ter espírito de missão. Mas uma coisa é certa: se esta solução não for aprovada é bom que quem eventualmente a chumbe se despache a arranjar uma alternativa. Só consigo desenvolver um projecto com alternativas em que acredito.

Eu também por acaso Sr. Franco, pois se for para ganhar dinheiro, muito bem, senão pouco interessa, não é ?!, pois deixa de ter interesse trabalhar uma hora para o boneco!!!


R – Se não se demitir, é certo que não se recandidata?

FSF – Se não acredito na solução, não posso recandidatar-me.

Bem, espero que não venha novamente dizer o contrário, é que já não é a primeira vez...


R – Há alguma “salvação” para as modalidades?

FSF – Se o Sporting souber crescer e for mais competitivo e se com isso tiver sucesso e incrementar os sócios que tem vai seguramente vai ter maior equilíbrio financeiro e criar condições para as viabilizar.

Mas como fazer isso se o pavilhão nem sequer existe para as mesmas?!! Ainda espero por uma das suas promessas de construir um..

RECORD – Há o receio de que a passagem da Academia do clube para a SAD possa ser o princípio do fim. Depois será o estádio. Este cenário “apocalíptico” é possível?

FILIPE SOARES FRANCO – A questão da Academia só pode ser tratada se abordarmos seriamente o plano de reestruturação do Sporting. Quanto ao estádio, gostava de lembrar que o Sporting, há 3 anos, o presidente Dias da Cunha lançou o mote para se fazer um estádio Municipal. Parece-me incongruente que quem defendeu um estádio municipal esteja agora a contestar a perda de uma academia em vez de perder o activo do estádio.

R – Mas há este cepticismo.

FSF – Há, mas essas vozes não se levantaram há 3 anos. Porquê? Porque é que estava tudo de acordo com um estádio municipal e hoje há receio de o perder?

Claro que sim Sr. Franco, pois o Sporting assim não pagava os juros que paga ao banco actualmente [na engorda destes], ainda tinha alguns terrenos antigos que foram vendidos a preços de amigo, e que eram património do clube actualmente sem necessidade de venda, e em custas de manutençào valiam ao clube largos milhoes de euro a menos...

R – Mas há esse risco?

FSF – Não. O estádio é propriedade do Sporting e quanto muito poderia haver a proposta de passá-lo para a SAD pois é ela que o paga.

Sim, e mais tarde sendo propriedade da Sad pode acontecer o mesmo que a Academia, ser vendida para ter mais valias, como vamos ver mais a frente, neste projecto que querem implementar, e muitos não vêm um palmo a frente dos olhos...

R – E o que vai acontecer?

FSF – Nos próximos 5 anos em vez de o Sporting ter que amortizar 105 milhões de euros do passivo só terá que amortizar 55 milhões. Conseguiu diminuir cerca de 25 por cento a taxa de juro de referência e ainda reduzir em mais de 50 por cento as comissões de agenciamento e financiamento.

Claro, mas esqueceu de dizer, que o clube vai ter a dívida mais tempo a ser paga, e com o crescente dos juros, não sei se daqui a 5 anos ou antes, não estará a dizer que é preciso renegociar novamente e vender academia para dar mais valias e aliviar a Sad...aliás, já ouvi esta história quando foi a venda do património, que ia resolver todos problemas, mas a ver vamos..




R – E para chegar a esse ponto o que é preciso fazer?

FSF – É preciso que a SAD compre ao Sporting a sociedade que tem os direitos comerciais da SAD e tem de fazê-lo pelo passivo que ela tem: 60 milhões de euros. Como a SAD não tem esse dinheiro, foi resolvido lançar um empréstimo obrigacionista que ao fim de 5 anos será convertido em acções e cuja taxa máxima será de 3 por cento ao ano. Para que isto seja viável é preciso introduzir mais património na SAD. Daí o trespasse da academia. Diga-se que em relação à gestão da SAD, o Sporting, mesmo perdendo a maioria, tem sempre direito a ter gestão consigo.

R – Vamos à Academia.

FSF – A academia é hoje totalmente paga pela SAD. É um leasing que está no Sporting e é debitado à SAD que o paga na íntegra. Sendo o Sporting uma entidade de bem, deve fazer com que a propriedade pertença a quem a paga. É bom que se saiba que o universo das empresas do Sporting deve à SAD 72 milhões de euros.

Mas a culpa dessa situação é de quem?! Para suprimir certos negócios, nada como ter várias sociedades na mesma empresa, com algumas que dão jeito dar prejuízo...

R – Pavilhão: um projecto eternamente adiado?

FSF – Não. É um projecto para implementar quando houver condições para o fazer. Esperemos ver este processo da urbanização dos terrenos do Sporting concluído para depois podermos partir para esse projecto.

E neste estado, o mais provável é daqui alguns anos, venderem a Academia, para dizerem que vão construir o pavilhão, e será menos honeroso ao Sporting pagar uma renda para a utilização da mesma, que esta ser do clube e pagar toda a manutenção!!!Certo?!

R – Até final do mandato?

FSF – Esperava ter o assunto dos terrenos da urbanização de Alvalade concluído há muito tempo. Não tive por causa de uma crise política na Câmara de Lisboa. Esperava ter a renegociação com a banca terminada também há mais tempo, porque houve uma crise no Millenium BCP. Logo, não espero nada porque não sei como é que tudo isto se vai desenrolar.

Mas sabe que daqui alguns anos a Academia vai gerar mais valias devido ao aeroporto ter passagem para Alcochete, e milhões vão valer aqueles terrenos, que são apetecíveis estando do lado da Sad, onde estão os accionistas e podem decidir o que bem fazer, não tendo que pedir licença ao clube, sempre com o propósito de fazer mais valias, certo?!...


TINHA DIREITO À VAGA DE JOAQUIM OLIVEIRA


RECORD – Que motivos estiveram na cooptação de Pedro Baltazar para administrador da SAD?

FILIPE SOARES FRANCO – Como é sabido, a Olivedesportos não quer participar de forma activa na administração de qualquer SAD. Logo, por direito próprio na condição de ser o maior accionista minoritário, Pedro Baltazar teria o direito a requerer um lugar na administração.


BD - Quer dizer, se quisesse o sr. Joaquim de Oliveira, irmão de António Oliveira e portistas assumidíssimos, poderia estar em funções no Sporting e terem uma palavra na sua gestão, certo?!!!

R – Foi ele que requereu ou foi o Sporting que o convidou?

FSF – Foi o Sporting que tomou a iniciativa. Tínhamos uma vaga e ele tinha esse direito.

Reparem que foi cooptado alguém para a Sad, porque tinha direito e não por competência!
Ou seja, qualquer investidor com dinheiro , desde que tenha uma parte significativa no clube sendo maior accionista minoritário pode ter um lugar na Sad, mesmo que não perceba de futebol e muito menos se interesse pelo clube em termos desportivos, pois pode estar só interessado em mais valias de formação, e chega, nem precisa de ser Sportinguista, tipo Oliveiras....Rica gestão desportiva.


R - Não fazia mais sentido ser uma pessoa do universo do clube, como por exemplo o director geral?

FSF – Não, porque tínhamos o dever de dar o lugar a um representante dos accionistas a partir do momento em que ele tivesse 10 por cento.

A resposta está dada, obrigada, fiquei esclarecido...Accionistas em breve vão mandar como deve o Sporting ser no futuro. Pode ser só formação, para vender e ter os seniores como montra para ribalta, e gerar mais valias...títulos não são prioridade. Esclarecido.


R – Foi uma opção pacífica?

FSF – Completamente. Pacífica dentro da administração da SAD e no seio do Conselho Directivo.

Pois, pacífica dentro do grupo de elite, pois os Sportinguistas deram carta branca para poderem fazer o que bem entenderem ao clube, sem terem direito a discordar, pois se o fizerem...Rua "persona non grata".

RECORD – Acha que há resultados manipulados no futebol português?

FSF – Nunca me pronuncio sobre questões que desconheço. E como nunca tive curiosidade de me imiscuir nesse processo, podia ter um sentimento mas eu só respondo por factos.

Ao menos Dias da Cunha sabia disso, mas não me admira que não saiba nada de futebol, como próprio já admitiu, pois o que interessa é finanças e patrimónios, uma vez que desportivamente não é a prioridade máxima desta administração, para quê preocupação com alo que interessa num segundo plano, e também porque uma hora de gestão por dia, também não dá para mais...


R – Como comenta as últimas declarações de Dias da Cunha?

FSF - Estou convicto que aquilo que estou a fazer é para bem do Sporting e portanto não faço qualquer comentário aquilo que vai na alma do dr. Dias da Cunha.

Não interessa discutir com quem sabe a verdade do clube..


R – Que situações foram essas? [ a respeito de Valentim Loureiro ]

FSF – Fiquei triste quando ele utilizou as instalações da Liga para dar uma conferência imprensa em que queria defender-se de uma acusação pessoal. Fiquei descontente quando ele, na penúltima AG da Liga, não deixou manifestarem-se os clubes que estavam representados.


Mas porque também Soares e sua administração não deixam outros falar nas AG do clube a vontade?!! Só porque discordam?!!!


R – Nessa perspectiva, torna-se importantíssimo para o Sporting investir já para ser campeão, até porque o acesso à Liga dos Campeões vai ser mais difícil. Pensa que o Sporting pode ocupar o lugar que tem sido do FC Porto?

FSF – O Sporting tem de ser campeão a curto prazo. É uma obrigação para um clube da sua dimensão, e para ser campeão a curto prazo tem de fazer melhor com menos. Sabemos que mesmo depois da restruturação financeira que está em curso, se ela for aprovada, que nunca teremos a curto prazo a mesma capacidade de investimento que têm os nossos mais directos adversários, muito embora eu não conheça a realidade financeira actual deles.

Não conhece a realidade dos outros clubes, mas ao mesmo tempo diz que não poderá investir como eles!!! Mas não é para investir mais na equipa este projecto que requer aprovação?!!!

R – Mas as contas são conhecidas... como analisa os rivais?

FSF – ...Há questões que eu não conheço em pormenor. O FC Porto tem uma filosofia de gestão completamente diferente da do Sporting. Nós pretendemos, sobretudo, equilibrar as suas receitas correntes com os seus custos correntes, e as mais-valias ou receitas extraordinárias que tiver servem para reinvestir e ir melhorando com o tempo a sua capacidade competitiva, enquanto o FC Porto tem tido regularmente um défice na sua actividade corrente, ou seja, as suas receitas não cobrem os seus custos correntes, mas valoriza muito os seus activos e todos os anos vende alguns para cobrir o seu défice corrente, conseguindo ainda alguma capacidade para investir. Normalmente tem tido sucesso, porque geralmente tem investido bem. Não quer dizer que não faça maus investimentos.

Ora aí está meu amigo, pois o Porto pensa como clube, e não como investimento principal de ganho para mais valias e vendas de património, pois investe para depois colher frutos, e normalmente tem pessoas que percebem de finanças, gestão de activos e principalmente de futebol, tal como a pessoa de Pinto da Costa, que dá muitas horas ao clube com o intuito de ganhar, ganhar e ganhar.
Só com investimento se pode ter mais valias, e com pessoas competentes a frente no futebol, não com doutorados e cooptados a força, que só pensam no seu investimento, em que a preocupação maior não é ganhar, mas sim saber quanto de lucro vai dar a venda X ou Y....

R – O descontentamento evidente na final da Taça por não ter jogado. De tal forma que o seu empresário já colocou a hipótese de saída depois de uma reunião com o Sporting. Como vê esta situação?

FSF – Para mim, a resposta do Paulo Bento é a melhor de todas. O Pereirinha aqueceu mais depressa e considero que não vale a pena discutir esse assunto. É uma opção do treinador. O Simon Vukcevic tem de respeitar as opções do treinador, tem de compreender as razões que levaram a essa decisão. Ele sabe seguramente hoje por que é que essa decisão foi tomada e pura e simplesmente ele está ali para servir o todo. O Sporting não olha para nenhum dos seus activos sem olhar para ele como uma peça do todo. As opções tomadas foram legítimas e em nome da defesa do grupo.

Concordo plenamente nesta afirmação, talvez a mais coerente que lhe tenho ouvido.

R – Até onde pode chegar o orçamento para investir?

FSF – Há um número que não está fechado (Não posso falar de números, porque tenho de os comunicar primeiro à CMVM). Espero que o orçamento possa subir, mas é preciso ter a devida contenção relativamente a essa expressão. Ninguém pense que o Sporting pode duplicar o investimento. O caminho faz-se caminhando. Nós vamos caminhar e espero que daqui a cinco anos tenhamos uma posição muito melhor do que aquela que temos hoje.

Claro, mas alguém acredita que com este projecto e esta direcção o Sporting vai investir no seu futebol?!!!
Acredito que possam ter uma posição melhor, mas não o clube, pois esse já não tem mais valias para vender e depois vai caminhando por quem vier a comandá-lo.

R – Fala-se que o Sporting pode ir ao mercado contratar um defesa, um médio e um avançado, mas o dinheiro reservado para este último sector pode ser direccionado no reforço de outros, atendendo a que Liedson e Yannick ficam, Derlei vai renovar, Tiuí apareceu em grande forma e há ainda a vinda do Carlos Saleiro?

FSF – Vou ser sincero. A grande vantagem em ter um presidente que não é activo é o facto de estar distante desse tipo de acontecimentos no seu dia-a-dia. É evidente que estou sempre interessado, mas vou saber na altura em que os responsáveis chegarem a conclusões. Já trocámos algumas impressões, mas nada mais, por enquanto. No dia em que as coisas estiverem mais ou menos formatadas e fechadas, eu posso revelar.


Pelo menos em algo é sincero!!! Com uma hora por dia não dá para mais, e interessado que está no clube a nivel desportivo, isso são questões menores...

Esta é uma grande diferença que tem um clube ganhador como Porto, destes senhores que gerem o Sporting...Depois admiram-se com títulos e mais valias..Por isso uns são ganhadores e ricos, e outros só....ricos.

R – Já salvaguardou as manutenções de João Moutinho, Miguel Veloso e Pereirinha?

FSF – A única coisa que os clubes portugueses têm para se proteger da cobiça e do poder de compra dos clubes estrangeiros é a cláusula de rescisão. Por isso, eu só estou disposto a deixar sair os jogadores do Sporting mediante o pagamento da cláusula de rescisão.



R – Assume o compromisso de que, em caso de saída de uma das pérolas do Sporting, o dinheiro será para investir na equipa de futebol?

FSF – Sim, 80 por cento desse dinheiro.

Ora, 30 milhões a 80% dá 24 milhões de investimento!!! Se vender dois na casa dos 50 milhões, será que vai investir 40 milhões?!!! Mais o normal que o clube tem todas as épocas para investir.... Mas, vamos aguardar, pois desconfio que esse dinheiro vai para muito lado, menos para contratações...



R – Prometeu não deixar sair talentos depois da venda do património não desportivo. Se deixar sair algum jogador por valor abaixo da cláusula, como se vai justificar perante os sócios?

FSF – Porque terei a consciência absolutamente tranquila de ter feito um excelente negócio para o Sporting e seguramente um excelente negócio para o jogador.

As promessas, já estão a distorcer...só saem por cláusulas, mas pode o negócio ser bom para 'alguém' por menos.... [desculpem , mas dá vontade de rir...ahahah]



R – O Figo disse nunca ter colocado a hipótese de voltar ao Sporting, porque nunca foi convidado para isso. Gostava que ele fosse o Rui Costa do Sporting?

FSF – Não. O Sporting não tem condições para alguma vez contratar o Figo e, além disso, ele foi muito específico ao explicar que não era agora que iria para o Sporting. O Figo disse numa altura da sua carreira que se um dia tivesse condições e se sentisse útil, repensaria.

Pois, para que vem um homem que também pensa em dinheiro?!! Para isso já lá tem muitos, é preciso alguém que pense futebol, mas esse neste projecto não é prioritário, por isso concordo com a visão do SF...

R – Essa qualidade podia ser expressa na sua equipa de contactos?

FSF – O futuro a Deus pertence. O Sporting tem a sua estrutura de futebol profissional montada, está satisfeito com ela, acha que é uma estrutura de sucesso. Acreditando o Sporting nos seus dirigentes, na sua equipa técnica e no seu director desportivo, não vejo razão para empolar a sua estrutura sem ter necessidade, até porque poderia haver um conflito de competências.

Conflito de interesses , queria dizer...



R – Quando é que o Sporting tem a liberdade de voltar a negociar os seus direitos televisivos?

FSF – Quanto terminar o contrato com a Olivedesportos, em 2018.

R – Há alguma hipótese de antecipar esse prazo?

FSF – Vamos ser claros. O mercado é que dita as regras do jogo. Mas é bom que os sportinguistas e os seus dirigentes não se esqueçam que quando foi preciso o senhor Joaquim Oliveira estar ao lado dos clubes para lhes dar força competitiva, ele sempre o fez, subscrevendo 10 por cento das acções da SAD – investimento que até hoje não teve 1 euro de retorno. Depois, entrou com muito dinheiro no Sporting Multimédia e até hoje também teve zero de retorno. É bom que, além de terem conhecimento da situação, as pessoas tenham memória.

Mas gostava de saber quanto dinheiro já gerou ao Sr. Oliveira e companhia, as transmissões do Sporting?!
Se calhar já foi pago o que o clube recebeu de direitos e ainda só vamos em 2008...pois investiu na Sad para ter lucros de outra forma, não através das suas acções...pois enganem os papalvos, mas não todos...

R – Há então uma dívida de gratidão?

FSF – Obviamente que há. E enquanto for presidente do Sporting isso terá sempre de ser considerado, o que não impede que não saibamos olhar para o mercado e para os valores do negócio em causa. Se houver ocasião para renegociar uma coisa que é justa e equitativa, o Sporting fará.

Ora cá está a verdade...O Sporting neste momento deve gratidões e interesses a muitas pessoas e não de competências, como bancos, gestores, primos , enteados, comunicação social e companhia, por isso está como está e é gerido desta maneira....

Bem mas cada um que tire as suas conclusões, pois o clube etre 3 a 7 anos está sem academia em seu património....Fica registado neste espaço e logo veremos o que sucede...


«Nunca disse que iria embora» (Soares Franco)

O presidente do Sporting, Filipe Soares Franco, desmentiu, esta noite, que caso a sua proposta seja recusada amanhã na Assembleia-geral «leonina» abandone o comando da equipa. O máximo dirigente assegurou que irá manter-se até ao fim do seu mandato.

«Nunca disse que iria embora. Pretendo cumprir o meu mandato. Se o plano chumbar na Assembleia-geral cumpro o meu mandato», explicou Soares Franco, em declarações à Sic.

O presidente «leonino» garante a situação económica está equilibrada, contrariando algumas notícias nesse sentido: «O Sporting não tem problemas económicos, mas sim de tesouraria. A nossa situação económica está equilibrada. No diz respeito ao nosso plano, o objectivo é amortizar em 55 milhões de euros da nossa divida nos próximos cinco anos. É pagar aos bancos 100 mil euros de juros em vez de 300 mil por ano.»

Futuro da Academia

Soares Franco abordou ainda o futuro da Academia e não colocou de parte a sua venda, isto caso receba uma proposta irrecusável: «É uma questão de Justiça. A academia é paga pelos sócios e não percebo qual é o problema de passar para a SAD e receber cerca de 22 milhões de euros. Se daqui a 5 ou 7 anos recebermos uma proposta de 50 ou 70 milhões de euros não teria problemas em fazer uma mais-valia.


Ora aí está a resposta aos mais anjinhos, das verdadeiras intenções deste projecto...

MEMÓRIAS LEONINAS José Roquette


Na altura também se tinha um discurso ambicioso, não acham?!! Nunca acreditei nessse projecto, tal como confidenciei a algumas pessoas que me são próximas, tal como não acredito nestes dirigentes e neste tipo de gestão...Será mais uma utopia e o princípio de um Grande clube que já o foi...

“(…) O papel pioneiro do Sporting revela-se igualmente pelo esforço desenvolvido para modernizar as infra-estruturas desportivas e adequá-las às exigências cada vez maiores do futebol.

O novo Estádio, um dos mais belos e funcionais do Mundo, será inaugurado no Verão de 2002. O Centro de Estágio e Formação de Alcochete, estrutura imprescindível para o trabalho diário dos profissionais e para a valorização da famosa escola de talentos do Clube, estará operacional em Agosto de 2000.

A valorização do património imobiliário, em sintonia com a Câmara de Lisboa, vai gerar os recursos indispensáveis para o desenvolvimento desportivo. Serão três enormes saltos em frente de que o Sporting colherá frutos a curto prazo a nível da estabilidade financeira e de grandes resultados desportivos.

Estamos conscientes de que o caminho traçado não é fácil, mas é o único compatível com a realidade e as exigências actuais do desporto de alta competição.

Um Sporting moderno e virado para o futuro será certamente um Sporting à altura das suas tradições e de um passado glorioso. (…)”

AUTOR: José Roquette, presidente do Sporting, no prefácio do “Livro de Ouro do Sporting Clube de Portugal”, editado pelo “Diário de Notícias, 2000, In Leão da Estrela

Querem mais?!!!Abram olhos lagartos, que a carroça vai cega e não vê o caminho....

Ao lermos aqui um curioso paralelismo entre o que tentaram fazer no Benfica e o que anunciam para o Sporting, podemos concluir que Filipe Soares Franco poderá ficar na história do dirigismo desportivo português como o "Vale e Azevedo do Sporting". A proposta que hoje é levada à Assembleia Geral do Sporting abre caminho à perda do controlo da SAD por parte dos associados do Sporting Clube de Portugal. Tal como Vale e Azevedo quis fazer, às escondidas e sem sucesso, em 2001.

Como diz no final do respectivo texto:

"Se a proposta de Soares Franco for aprovada, a história e os sócios do Sporting o julgarão. Uma coisa é certa: depois de hoje, nada ficará como dantes no clube leonino. Mas, quanto a isso, lavo daí as minhas mãos…" Faço destas minhas palavras.

Obrigado Pela Sua Visita !