BANCADA DIRECTA: Janeiro 2007

quarta-feira, 31 de janeiro de 2007

ATITUDE CORRECTA: SIM NO REFERENDO



Bem vistas as coisas, depois de ter visto os "Prós e Contras" da RTP, fiquei ainda mais consciente que estou a tomar a atitude correcta, pois quando um Treinador na qualidade pessoal, bem dizer que defende a despenalização, mas depois vota não, sem argumentos plausíveis para tal só por conservadorismo.
Parece do estilo, que mesmo estando a sua equipa sempre a perder com uma determinada estratégia que pode não ser a melhor solução, só por teimosia, prefere continuar a perder do que mudar de táctiva.

Quando um Deputado vota na assembleia pela despenalização e depois vota Não, só por moralidades e porque a questão está mal formulada (já questões patidárias pelo meio) no referendo.
Faz lembrar todos os políticos que diz nas eleições uma coisa, e quando chega ao "poleiro" faz outra, e sempre com contra-argumentos sem fundamento na maior parte das vezes. E foi este ministro de um governo e logo da JUSTIÇA, por sinal...mau demais para ser verdade.
Marcelo também vai pelo mesmo caminho e, num vídeo até se contradiz da sua própria análise do seu sentido de voto, pois, garante que é pela despenalização e não compreende como pode uma mulher ser presa, mas que vota Não porque é...conservador e assim foi educado, mesmo a lei sendo injusta...tem cabimento?
E queria ser primeiro Ministro do nosso país!
Mas pelo menos com esse, já não levamos muito a sério na politica, pois só na sua leitura de bons livros...
O que não consigo perceber é como todas as semanas consegue ler tantos livros, para aconselhar? Tem tempo e lê rápido....
Mas isso para este assunto, não interessa...

Quando uma cantora defende Não pelo direito a uma vida (feto), mas não defende a outra vida (mulher), e muito mais que sem argumentos, só votam não, porque entendem que vão aumentar os Abortos...penso que está tudo dito.


Muito mal estamos servidos de inteligência, de pessoas que estão numa posição social preveligiada e, deviam de dar os exemplos de maturidade e de justiça social, pelos mais desprotegidos, que esta lei actual confere, temos o inverso, por isso este país está como está e não admira.

Eu sou a favor da vida, como acho que uma grande maioria das pessoas o é, mas também concordo que a pergunta ao refendo está controversa, mas não podemos deixar de cair em tentação, de deixar que uma lei arrogante, tendenciosa para os mais desprotegidos, possa continuar metendo mulheres na cadeia normalmente em deficiente condição psicológica e sem apoios da nossa comunidade, que as condena por tal actos, sem as ajudar a resolvê-los, para não falar nas que morrem em condições miseráveis e clandestinamente, por medo da repressão da socieadade e da perseguição da justiça.

Em oito anos aquando do último referendo, eu pergunto a todos os que defenderam o Não na altura e, os que actualmente defendem, o que fizeram, para que se envertesse o aborto, e que condições foram dadas as vítimas para terem aconselhamento médico e psicológico, aliás tenho sérias dúvidas, que qualquer mulher com a actual lei, tente tal prioridades salvas atrás, sem o medo da perseguição e de ser considerada uma criminosa, até pelo simples facto de o pensar fazer.

A pergunta pode estar mal feita, mas só porque somos a favor da vida de um feto, não pensamos na vida de milhares de mulheres que metem em causa a sua própria vida, praticando tal acto clandestinamente sem condições e metendo a saúde também de todos as que a rodeiam em causa.
Defendemos uma vida e as outras?
Temos o direito de atentar a liberdade de cada um ou das mulheres?
Temos o direito de julgar?


Acho, que devemos pensar e metermo-nos no lugar das famílias que sofrem com as filhas, muitas adolescentes, netas , mulheres, e até os próprios maridos que viram a sua esposa, já mãe por vezes, numa prisão, sofrendo e pagando por um crime que todos os graus sociais da nossa sociedade comete, e nada se pode fazer.


Pois o Aborto sempre existirá, por muito que lutemos por ele, pois as desigualdades são tantas, e a longo prazo caminham para um fosso maior, e o que devemos perguntar é a nós próprios o que queriamos se um dos nossos familiares estivesse numa situação dessas, pois sabemos que é um mal que não tem educação, étnia, posição social ou religião, e muitas vezes são feitas às escondidas dos que os mais amam e lhes dariam a segurança necessária, para reflectirem de tal acto.
E será que é preciso ir ao país vizinho para abortar, só porque o nosso não acolhe todos os portugueses nas suas decisões, antes disso os persegue, prende e depois tenta julgar, sem antes, já serem culpados pelo povo mais inferior de espírito?

Bem, já me alonguei demais, não resisti, pois acho que é uma situação que me preocupa e por Portugal ser dos últimos na Vanguarda do moralismo no mundo, e dos primeiros da Clandestinidade e (in)Justiça só para alguns.


Pergunto para terminar, e para deixar reflectir todos os que ainda têm dúvidas, não querendo interferir com a inteligência de ninguém, se tivessem uma filha, neta ou familiar muito próximo preso, ou a ser julgada em tribunal e pela socieadade, só porque num acto de fraqueza e medo cometeu um aborto, achava justo e ficava feliz?


Quem sabe, talvez com 3 anos de prisão?


Não será melhor abolir tremendo erro, e encontrar soluções para que não se pratiquem tal actos,pondo a disposição aconselhamento médico e psicológico antes de o fazer, sem o medo de ser perseguida, julgada e reprimida pela nossa sociedade, e dar condições que não o façam?

Não será melhor dar educação sexual aos nossos jovens, criar alternativas e promover o acolhimento em vez da perseguição e humilhamento?
PS*É uma grande hipocrisia afirmar, como fazem muitos defensores do Não, que não querem a alteração da lei, mas também não querem a prisão das mulheres. Nada de mais falso. Para não haver prisão de mulheres é preciso alterar a lei. E essa é de facto a única decisão a tomar no próximo referendo.


E assim vos deixo a pensar.


Bem Hajam


PSousa

FUTEBOL DISTRITAL DA ASSOC.FUTEBOL DE AVEIRO





I DIVISÃO

O Oiã em casa
deixou uma pálida imagem




1 A primeira jornada da segunda volta não correu nada de feição para as equipas bairradinas que estiveram como o frio, negras e sem chama.

O Oiã em casa deixou uma pálida imagem e seria derrotado pelo Carregosense, que marcou cedo, mas que depois teve arte e engenho para defender a magra vantagem.
Também em casa, o Bustos perdeu dois pontos. A equipa de Quim Tavares empatou com o Arrifanense e continua em zona de risco.


Desiderato idêntico para a LAAC. É verdade que voltou a não perder, mas, a vencer por dois golos sem resposta, a cinco minutos do final, e deixou-se empatar diante de um adversário (Cortegaça) directo o que não foi nada positivo.

Em Arouca frente ao cada vez mais candidato à subida, o Fermentelos saiu vergado a uma goleada. Um pouco mais ao lado, em Castelo de Paiva, o Mealhada sofreu a 12.ª derrota e desceu ao último lugar, tudo porque o Macinhatense, de forma surpreendente, derrotou o segundo classificado. O Mourisquense também continua a defraudar todas as expectativas, tendo perdido no reduto do Pessegueirense.

2 Na próxima jornada alguns sulistas jogam entre si. O Oiã desloca-se à Mourisca. Os Pilatos não estão bem, os oianenses atravessam uma fase menos boa, num jogo que poderá dar divisão de pontos.

O Fermentelos recebe o sensacional Alba. As equipas conhecem-se bem, cabendo aos leões da Pateira descodificar o bom momento da equipa de Quitó.

Os dois últimos jogam na Mealhada. Os locais jogam contra os de Macinhata e, para quem quer algo de positivo neste campeonato, só poderá ter um pensamento, ganhar.
O Bustos joga em S. Roque; a LAAC não muito longe, na Carregosa. As duas equipas do concelho de Oliveira de Azeméis estão tranquilas e essa tranquilidade poderá jogar a seu favor.




II DIVISÃO


1 Tudo normal nos lugares de subida. CRAC e BARC, à tangente, suplantaram os seus adversários, Calvão e Ajax, respectivamente, enquanto o terceiro, o Luso, perdeu com o Águas Boas e viu os canarinhos roubarem-lhe essa posição, com mais um ponto do que Requeixo e NEGE. O primeiro venceu o candidato Oliveirinha, enquanto os gafanhotos vieram a Paredes do Bairro buscar um ponto.

O Couvelha foi à Aguim vencer os guinatos, deixando a equipa da casa em maus lençóis, tendo como companhia o Casal Comba que em casa deixou que o Eirolense levasse os pontos em disputa.

Esta foi uma jornada nefasta para as equipas do concelho da Mealhada, já que o Carqueijo também perdeu (Serém) em casa.

2 Três jogos marcam a jornada. A CRAC joga no reduto do NEGE. A equipa da Gafanha da Encarnação, caso ainda queira sonhar com a subida de divisão, não pode perder, desiderato idêntico para a Oliveirinha na recepção à BARC.

Em Águas Boas, com a visita do Requeixo, joga-se para o terceiro lugar. Pela proximidade das duas equipas prevê-se um jogo rasgadinho e de desfecho imprevisível.
À espreita de qualquer percalço estará o Luso, muito embora não tenha tarefa fácil em Eirol, ao contrário de Paredes do Bairro e Serém, que, na visita à Silvã e na recepção ao Casal Comba, respectivamente, podem ganhar algum terreno.




Em condições normais, o Couvelha em casa tem tudo para despachar o Carqueijo, e em Calvão, jogando como está a jogar, o Aguinense não deverá ser obstáculo de peso aos objectivos dos vaguenses.



III DIVISÃO




1 Num jogo em que podia ser o da consolidação do quarto lugar, o Mamarrosa acabou surpreendido em Mosteirô e foi ultrapassado na classificação pelo Famalicão, que voltou aos velhos tempos nos jogos fora, ao vencer em Sever do Vouga.



Em casa, o Benfica e Arinhos vendeu cara a derrota diante do líder St.ª M.ª Feira.



2 Arinhos joga na Mamarrosa, num jogo que poderá correr de feição para os locais, assim como para o Famalicão na recepção ao Palmaz, último classificado.


Associação Desportiva e Cultural Sosense
Renascimento através do Inatel


Depois de nove anos, sem actividade desportiva, a Associação Desportiva e Cultural Sosense regressou à competição através do Inatel. Com um grande historial nos campeonatos distritais da AFA, o clube de Vagos encontrou uma direcção composta por elementos com um grande passado no clube, por terem lá jogado e pela ligação dos seus pais, que se propuseram a reactivar o clube, a conversar o património, sendo que o próximo objectivo passa pelas camadas jovens.

Três anos de ideias



Durante nove anos o Sosense esteve entregue a uma pessoa. Tratou-se de António Freire, um dos pilares da Associação, ele que, com 70 anos, morreria na sede, ele que tomou conta do campo e de outros assuntos da vida do clube.

José Augusto Martins foi o nome escolhido para encabeçar a direcção, ele que foi jogador do clube, tal como muitos dos seus colegas directivos.

-Como viu o Sosense nove anos parado?
-Com alguma mágoa e sempre com a esperança de haver o renascimento, nunca pensando ser eu o presidente. Há três anos a esta parte que este grupo que agora é direcção começou a pensar formar uma direcção, mas, por esta ou aquela razão, o momento ia passando, até que, desta vez, há cerca de um ano, formámos direcção com vários apoios, entre eles do actual presidente da Junta de Freguesia de Soza, João Carlos Loureiro.

-E por que aceitou ser o presidente?
-Dentro do grupo que nós tínhamos, qualquer um de nós poderia ser o presidente. Fui eu o escolhido, aceitei, não houve outra alternativa, aqui vamos estar durante dois anos.

-E porque esse grupo decidiu recomeçar com o clube?
-Em primeiro lugar, pela forte ligação que temos ao clube, por termos cá jogado, a mesma ligação dos nossos pais ao historial do clube, chegámos à conclusão que era importante começar agora, porque estava tudo degradado. O Sosense tem um grande património. Tem o campo dos Lagos, tem uma sede, com uma sala de reuniões e um salão para actividades culturais, aliás é o local em Soza onde se fazem os espectáculos.

-Qual foi o primeiro passo?
-Foi fazer obras na sede, arranjar o campo e balneários, colocámos uma iluminação nova, legalizámos algumas situações pendentes, realizámos um torneio de jovens e, em conjunto com a comissão de festas, fizemos duas touradas.

-E por quê a aposta no Inatel?
-Na fase da época que pegámos no clube o nosso tempo foi todo consumido na conclusão das obras, mas o nosso objectivo passa por apostar nas camadas jovens na próxima época, mantendo sempre o Inatel. O futebol de onze vai ser difícil.

­-Com que tipo de apoios contam?
-O nosso orçamento será cerca de 2.500 euros, uma boa fatia gastos com inscrições e atestados médicos. A Câmara de Vagos deu-nos um subsídio para as obras, e realizámos algum dinheiro com os eventos. O primeiro apoio vem do nosso trabalho, depois dos sócios, onde pretendemos fazer uma actualização de sócios, para que as pessoas sintam que existe a Associação. A Câmara de Vagos tem dado uma ajuda importante e a Junta de Freguesia ajuda naquilo que é possível. Contamos também com o apoio de algumas empresas da nossa região.



Regresso às origens



Depois de seis anos como treinador do Mamarrosa, Alfredo Neves, natural da freguesia de Soza, aceitou treinar o Sosense, porque é amigo pessoal dos elementos da direcção, aliás também faz parte dos corpos gerentes, e foi também atleta do clube.

“Sou amigo do pessoal da direcção e quando souberam que estava disponível, convidaram-me, não só para fazer parte da direcção, mas também para treinar a equipa. Fui jogador e treinador e isso deixa sempre raízes. Vivo aqui, é a minha terra, era impossível recusar o convite, porque a direcção é formada por pessoas excelentes”, disse Alfredo Neves

Com tanto tempo de inactividade, foi fácil ou difícil o recrutamento de jogadores?
“É sempre difícil, e mais difícil será formar uma equipa, apesar de termos bons valores. Caímos todos de pára-quedas. Ninguém convidou ninguém. O grupo de vinte jogadores apareceu todo aqui. Sessenta por cento são jogadores que já jogaram futebol federado, outros são estudantes que nunca jogaram e outros com idade avançada, que também nunca jogaram à bola. Acredito que consigamos fazer uma equipa jeitosa, mas não é num mês que se consegue fazer alguma coisa”.


No que toca a objectivos, Alfredo Neves disse:

“Não temos nenhuma meta a atingir. Queremos fazer o melhor possível e chamar as pessoas de Soza ao futebol, porque o renascimento do Sosense é excelente e esta direcção merece as maiores alegrias do mundo”.


PLANTEL

Guarda-redes: Fernando, Rogério e Keita.
Defesas: Gregório, Parada, Miguel Rampa, Humberto e Carlos Miguel.
Médios: Paulo Simões, Marco, Miguelito, Ricardo, Fábio, Jorge Simões, Machado e Mourão.
Avançados: Bruno, Rafael, Jimmy e Filipe.




Por M. Zappa






Que grande satisfação é ver um clube que me é muito querido, onde passei uns bons anos como jogador, nos tempos em que o clube era um histórico da A.F.Aveiro.

Não que tenha perdido esse estatuto, pois será sempre uma referência para todos, especialmente do Concelho de Vagos, mas pelo longo tempo de inactividade, pois quem não se lembra das grandes equipas que o Sosense teve, e das disputas no escalão maior com grande sucesso muitas delas...

Vai competir no Inatel, pois acho que pode ser um recomeço humilde e sincero das suas limitações, mas gratificante, para quem está a dar tudo para reacender o coração dos sosenses pelo futebol, e a quem deixo o meu apreço e apoio a todos os que estão neste projecto, pois muitos são meus amigos a quem estimo e respeito,sejam dirigentes, treinadores ou jogadores, por isso a todos parabéns pelo regresso, e muitas felicidades a todos os que estão como o Sosense, que fazia falta ao Futebol de Aveiro.

Bem Hajam a todos as pessoas de Sosa.








RIR É SAUDÁVEL





Explicações para quê?

Cada vez que faziam amor, o marido insistia em que fosse às escuras, 100% escuro.
Fechavam as janelas,apagavam as luzes, tudo. Depois de 20 anos a mulher achava aquilo cada vez mais ridículo, e preparou-se para tirar essa mania ao marido.

Uma noite, durante uma sessão selvagem, no meio de gritos e romantismo carnal, ela acendeu a luz de repente.
Qual não foi a sua surpresa ao olhar para baixo e ver que o seu marido tinha um vibrador maior que a própria pila, e ainda por cima a verdadeira estava completamente caída....

Ficou maluca, histérica, e insultou-o:
- Filho da p..., cab..., impotente, gritou…

Como podes ter-me enganado durante todos estes anos, desgraçado?
Começa já a arranjar-me uma explicação !

O marido, sem se perturbar, olhou para ela fixamente e respondeu-lhe:
- OK. eu explico-te do vibrador..... e tu explicas-me das crianças, certo?.





Ordens do Médico

O doutor depois de ver a história clínica do paciente, pergunta:

-Fuma?-Pouco.-Deve deixá-lo.
-Bebe?-Pouco.-Deve deixá-lo.
-Pratica desporto?-Não.-Pois deveria.
-Sexo? -Muito pouco.-Pois deveria fazer muito.

Ele vai para casa e conta à sua mulher o que o médico lhe disse, e imediatamente vai tomar um banho.
A mulher, esperançosa, enfeita-se, perfuma-se e fica à espera.

Ele sai do banho, começa a vestir-se, a perfumar-se e a mulher, curiosa, pergunta-lhe:
- Aonde vais?- Não ouviste o que o médico me disse?- Sim, mas aqui estou eu prontinha para ti.

Então ele diz-lhe cheio de paciência: - Ah, Francisca, lá vens tu de novo com a mania dos remédios caseiros!




Como lidar com


CallCenters & TeleMarketing:

- Está?: - Está, estou a falar com o senhor Nuno?: - Sim...
- Sr. Nuno, aqui é da TMN, estamos a ligar para apresentar a promoção TMN: 1.382 minutos, que oferece...
- Desculpe, interrompo, mas com quem estou a falar?
- O sr está a falar com Natália Bagulho da TMN. Eu estou a ligar para...
- Natália, desculpe-me, mas para minha segurança gostaria de conferir alguns dados antes de continuar com a nossa conversa, pode ser?
- ... Sssssim, pode...

- A Natália trabalha em que área da TMN?
- Telemarketing Pró-Activo.
- E tem número de funcionária da TMN?
- Desculpe, mas não creio que essa informação seja necessária.
- Então terei que desligar, pois não estou seguro de estar realmente a falar com uma funcionária da TMN.
- Mas eu posso garantir...
- Além disso, sempre que tento falar com a TMN sou obrigado a fornecer os meus dados a uma data de interlocutores.
- Tudo bem, o meu número de funcionária é TMN-6696969-TPA.
- Só um momento enquanto verifico.

- ...??? (Dois minutos mais tarde) - Só mais um momento, por favor.- ...??? (Cinco minutos mais) - Estou sim? Só mais um momento, por favor, estamos muito lentos hoje cá por casa.:
- Mas, senhor... (Um minuto depois)
- Pronto, Natália, obrigado por ter aguardado.

Qual é mesmo o assunto?
- Aqui é da TMN, estamos a ligar para oferecer a promoção TMN 1382minutos,pela qual o Sr. fala 1.300 minutos e ganha 82 minutos de bónus, além de poder enviar 372 SMS totalmente grátis.
O senhor estaria interessado, Sr.Nuno?
- Natália, vou ter que transferir a sua ligação para a minha mulher porque é ela quem decide sobre alteração de planos de telemóveis.
Por favor, não desligue, pois a sua chamada é muito importante para mim...
(Pouso o telemóvel em frente ao leitor de CD's, coloco um CD a tocar em repeat mode e vou beber um cafézinho...)...

Válido não só para a TMN, mas para todas as outras operadoras, pode experimentar com a TV CABO, Clix, PT, Cabovisão, etc...


segunda-feira, 29 de janeiro de 2007

FUTEBOLADAS...



O penalty do Tello é uma anedota por parte do jogador. Um senhor o Paulo Bento, ao admitir que há falta. Não estava a "olhar para o chão", nem se pôs "a pedir investigações".

Isto revela a personalidade de um treinador, ao contrário de outros...


Incrivel como dois profissionais como o Alecsandro e o José Manuel se deixou expulsar daquela maneira. É que uma coisa é levar um segundo amarelo por uma falta essencial, cortar um contra-ataque por exemplo. Agora, por simular uma falta? Cortar uma bola com a mão no meio campo? Incrivel, mesmo...





Agora é que isto vai começar a aquecer.
Afinal, não era tão "gagá" como "alguns" queriam fazer passar.


2002 - Dias da Cunha e Pinto da Costa, em sintonia, não apoiam a recandidatura de Valentim Loureiro à presidência da Liga (ao contrário do Benfica).Como que antevendo o colinho que o CD da Liga e a APAF dispensaram ao Benfica, que se confirmou depois ...campeão.


E ainda vai aquecer mais:

Quanto a Vieira, fonte da investigação adiantou ao CM que a PJ reuniu prova testemunhal sobre o seu envolvimento, pelo que propôs ao MP que na eventualidade de ser acusado o fosse pelo crime de fraude fiscal, em comparticipação com Jorge Manuel Mendes.


Vieira e Mendes eram sócios da empresa que foi responsável pela transferência do jogador, do Zambizanga (Angola) para o Alverca, por um milhão de euros.Segundo a mesma fonte, a situação de Jorge Manuel Mendes é “diferente”, dado que a PJ conseguiu reunir prova testemunhal e documental suficiente para que venha a ser acusado de fraude fiscal.A PJ reuniu provas documentais – com buscas à sede do Alverca e escritórios do empresário – e testemunhais, depois de ouvir Paulo Barbosa, Luís Filipe Vieira e Jorge Manuel Mendes.


Pedro Mantorras chegou ao Benfica em 2001, tendo o clube pago cinco milhões de euros por metade do passe. A direcção do Alverca, no entanto, assegura que essa verba não entrou nos cofres da equipa ribatejana.

A ver vamos o que vai dar, pois com M. Morgado nas investigações pode ser que se faça luz na corrupção, e os infractores sejam punidos ( sejam de que clube forem), o que me parece um pouco difícil acreditar, mas...

MATERAZZI LEVA MAIS UMA CABEÇADA e CONSIDERAÇOES






Aconteceu outra vez. Materazzi voltou a ser agredido com uma cabeçada, agora desferida por Delvecchio, no Sampdoria-Inter deste domingo com cerca de sete minutos de jogo.
Penso que Materazzi, está a tornar-se especialista neste tipo de agressão, que os seus adversários lhe recomendam, também porque ele faz por isso, pois sendo um provocador por natureza e tendo os nervos a flôr da pele, não sabendo que "raio"de palavras é que diz aos adversários, para tal feito, pois, começa a ser no minímo estranho o mesmo jogador estar envolvido sempre no mesmo tipo de lances, nem que por vezes possa ter razão para protestar com adversário, como é o caso.
As imagens do momento já circulam na Internet e pode vê-las
aqui.


Considerações

Um pouco a parte deste tema, vou referir algo sobre Jesualdo Ferreira e as suas considerações a imprensa.

Na minha opinião o treinador Jesualdo está a perder faculdades que tanto admirava, como a frontalidade, a sua personalidade muito própria, e o seu rigor analisar no momento os jogos feitos pelas suas equipas.

Ora agora, parece que está com a idade a perder juízo, mais grave, começa a perder credibilidade de análise e bom senso, pois ao dizer para investigarem um jogo, onde o seu clube perde só por culpa própria (parte de responsabilidade, também do adversário que marcou), onde na finalização, deixou muito a desejar, com alguma falta de fortuna pelo meio, vem tecer aquelas considerações no final do jogo, só pode ser de uma pessoa que está completamente fora de si e em défice de faculdades de concentração intelectual.

Ora, parece que a idade está a começar a fazer efeito no Sr. Professor, pois se antes falava nas arbitragens, nos seus anteriores clubes, agora vem dizer que não fala dos árbitros, mas logo quando o seu clube perde, torna a falar dos mesmos (sem o mínimo de razão, até porque se alguém que se tem que queixar, deveria de ser o adversário, mesmo ganhando, foi mais prejudicado, só quem não viu o jogo imparcialmente, o que parece o caso do professor), não é de uma pessoa que esteja no máximo das suas faculdades e que fale por si.

O que me leva a esta conclusão, é que para além destas situações, bem acumulando outras, como por exemplo; em primeiro falava sempre em jogadores dos outros clubes à "força" toda, agora "diz"que não fala dos jogadores dos outros, depois já fala do Renteria, quando questionado do que achava desse jogador, para no mesmo momento dizer que não fala de jogadores dos outros, novamente.

Ora, para além de uma pessoa, que está arrogante, está a ficar cínico, o que é mau para a imagem de um treinador, pois acho que Jesualdo criou, um equilibrio entre a sua personalidade e a sensatez, o que perdeu, desde que enverga a camisola do Porto, o que me leva a concluir, com pena minha que envergou a camisola do "sistema", deixando de lado a sua personalidade, rigor e treinador com ideologias muito próprias que faziam dele um treinador de elite, e que eu admirava, pois se fosse assim sempre, não comentava sequer a sua maneira de ser, mas como só a algumas semanas, mudou a sua maneira de ser, pergunto-me porquê?


"Einstein disse um dia que havia apenas duas coisas infinitas: O Universo e a Estupidez Humana... mas ele ainda não tinha grandes certezas em relação ao Universo.

Não é à toa que lhe chamam de grande génio... o que se passou neste fim de semana foi tão estúpido, mas tão estúpido, que perante vós o "zé cabra" até passa por um gajo com capacidade para tirar um curso de cantor.


Ora, ou Jesualdo começa a inverter o seu discurso e volta rapidamente a sua origem, à personalidade e inteligência reconhecida e que eu admirava, tanto como homem como profissional, independentemente do clube que esteja, ou perde credibilidade a todos os níveis, perante todos os que acreditavam nas suas faculdades.... subir nem sempre é fácil, mas descer é a pique.


Bem Hajam



domingo, 28 de janeiro de 2007

ASSIM...SIM


Recomendo um artigo sobre o IVG em que com algum humor a mistura,consegue ser corrosivo e elucidativo ao mesmo tempo, com as contradições de Marcelo R.Sousa, a resposta de F.Louçã e umas tiradas do autor Czar.

Mas aconselho a visitarem
este excelente artigo de opinião {AQUI}.

TV ONLINE DE TODO MUNDO


Porque acho bastante interessante e bastante útil aos nossos visitantes, especialmente aos imigrantes, e porque muitos ainda não conhecem que existe este site, que colocou mais de 150 canais de TV e rádio num único site, incluíndo os canais generalistas Portugueses, onde de qualquer parte do mundo pode ver muitos desses canais, pondo ainda ao dispor alguns programas, para poder usufruir de canais até bem a pouco tempo inacessíveis, onde destaco o desporto, podendo ver Ligas de todo mundo, incluíndo a portuguesa, liga dos campeões e outros desportos, já para não falar dos generalistas, notícias,filmes, etc. por isso aconselho vivamente a visitar o portal TVTUGA.


Veja aqui o site TVTUGA


Portugueses criam televisão à medida


Sistema criado por investigadores de Aveiro e do Porto permite a cada espectador construir os seus próprios canais.


Confira a Notícia do D.E.


Bancada Directa está sempre na frente.

30000 VISITAS COM POEMA

NUVEM


Nuvens encobrem meus olhos,

Uma neblina que esfria minha pele,

Caminho no escuro,

Escuto o som do mundo,

A misturar,Triturar a luz do dia,

Em meio a magia dos sonhos,

Ainda respiro,Transpiro,

A desejar,De forma vaga,

Que o sol me traga,

O calor,Acabe a dor,

Que me aperta o peito,

Desaba em meus olhos,

O véu da tristeza,

Tornar, distorcer,

Em pedaços,

Sei que vou esquecer,

Sonhos infantis,

De belos querubins,

Risos infantis,

No calor,Do fogo da paixão,

Perdendo,

Escoando,

Minha voz no vento.

[POESIA DE AMOR PUBLICADA]

Bom Fim de semana

sábado, 27 de janeiro de 2007

SENSACIONAL...JEROME MURAT





Absolutamente fantástico...

Futebol Feminino Ano II Nº 4


Selecção Nacional de Sub -19
O Seleccionador Nacional, José Augusto, chamou 20 jogadoras para os dois jogos amigáveis com a Roménia, tendo em vista a preparação da equipa para o segundo mini-torneio de apuramento para o Europeu de Sub-19.
Veja aqui a lista das convocadas.


Portugal
13ª Jornada
Boavista – Murtoense 2-0
Escola – 1º Dezembro 1-1
Fonte Boa – Várzea 1-2

O destaque desta jornada vai inteirinho para o Escola. A equipa do Distrito de Viseu conseguiu empatar com o líder 1º Dezembro. A equipa de Sintra cedeu apenas dois empates em 13 jogos e curiosamente ambos contra o actual último classificado. O crónico campeão Português apresentou-se desde início com vontade de vencer o jogo, mas o Escola explorou bem os contra-ataques. A equipa visitante colocou-se em vantagem aos 25’ por intermédio de Tania Pinto. O Escola reagiu e passados 10 minutos consegue o empate. Noémia Figueiredo com um remate em arco que embateu no post fez o 1-1. Na segunda parte o 1º Dezembro entrou com vontade de decidir o jogo, fazendo muita pressão, mas a defesa do Escola anulou todas as investidas. Aos 82’ o 1º Dezembro teve a grande oportunidade de vencer o jogo. Carla Cristina, guarda-redes do 1º Dezembro na conversão da grande penalidade permitiu uma boa defesa à jovem internacional Neide Simões. Neide segurou o empate e um precioso ponto para o Escola.
O Boavista aproveitou bem o desaire do 1º Dezembro, vencendo o Murtoense por 2-0. A equipa da cidade do Porto está agora somente a 2 pontos do 1º Dezembro e na próxima jornada as equipas vão defrontar-se.
O Várzea deu um passo de gigante rumo à manutenção. Foi vencer a casa do Fonte Boa e cavou já um fosse para as equipas que lutam para evitar a descida.

Próxima Jornada: 14 – 4/2/07
Fonte Boa – Murtoense
Várzea - Escola
1º Dezembro - Boavista


Inglaterra
Women’s Premier League
Cardiff City – Arsenal 1-6

O Arsenal não teve dificuldades em vencer o Cardiff, consolidando assim a liderança. Os golos foram marcados por Katie Chapman(2), Kelly Smith(gp), Lianne Sanderson(2), Rachel Yankey

Espanha
(Superliga) – 14ª Jornada

Levante - Oviedo Moderno 2-2
Barcelona - T. Alcaine 1-1
Lagunak - Sevilla 2-2
At. Madrid F. - Real Sociedad 2-1
Rayo Vallecano - Puebla 3-1
Torrejón - Espanyol 0-1
Athletic - Ceosa Sporting 4-0

O líder Athletic Bilbao não teve dificuldades para golear o Coesa Sporting(foto referente a este jogo). O Espanyol continua na perseguição após a vitória frente ao Torrejón. Quem se atrasou foi o Levante que não foi além de um empate em casa 2-2 com o Oviedo. A grande surpresa da jornada foi o empate do Sevilha no terreno do último classificado.

Melhores Marcadoras:
18 golos: Adriana(Espanyol)
16 golos: Auxi(Sevilha)


Breves:
- Four Nations Tournament(China) – 1ª Jornada: China – Inglaterra 2-0 / Estados Unidos – Alemanha 0-0
- Ramona Bachman (Suiça) – A jovem Suiça de 16 anos foi notícia nos Estados Unidos por se ir transferir para o FC Indiana, mas a verdade é que está na Suécia para fazer uma experiência de 10 dias no Umea Ik.
- Bälinge(Suécia) – A avançada Finlandesa Sanna Talonen assinou pelo Balinge.
- Linkping(Suécia) – A internacional Norte-Americana Jill Oakes está à experiência no clube Sueco.

Até para a semana

sexta-feira, 26 de janeiro de 2007

Fenilpropanolamina pode aumentar o risco de hemorragia cerebral

ATENÇÃO


Chama-se Fenilpropanolamina o composto que pode aumentar o risco de hemorragia cerebral.

Esta conclusão é de um estudo da Escola Médica da Universidade de Yale, nos EUA que descobriu que este composto está directamente ligado a 44 casos de morte.

O alerta foi lançado e o INFARMED esteve reunido para decidir que só na próxima semana decide se retira ou não do mercado os quatro medicamentos que estão à venda em Portugal e que contêm este composto.

Primeiro o Infarmed pretende «conversar com os nossos colegas da União Europeia» de acordo com declarações à TSF de António Faria Vaz.


Este composto é utilizado em quatro medicamentos que estão à venda em Portugal.

São eles o Ornade Spansule, o Rinogam, o Coricidil e o Antigripine.

Medicamentos para a tosse, febre, emagrecimento e descongestinamento nasal que vão ser agora analisados à lupa.

É que o composto utilizado nestes remédios é responsável pelo aumento de acidentes vasculares cerebrais hemorrágicos.

Principalmente em mulheres jovens, três dias após a administração.


Divulgue a todos amigos e conhecidos , eles agradecem.


FOTO DA SEMANA

Para atenuar um pouco a semana, que está bastante fria, aqui vai a mais recente contratação de Cristiano Ronaldo, resta saber quanto custará por semana ao seu clube...


GEMMA ATKINSON

quinta-feira, 25 de janeiro de 2007

A Interrupção Voluntária da Gravidez



A Interrupção Voluntária da Gravidez é um tema que envolve as pessoas pela ligação directa que tem a conceitos como por exemplo, o valor da Vida, a Moral, a Religião e a Qualidade de Vida. A definição de cada um destes conceitos varia de individuo para individuo. Assim, atendendo ao exposto e considerando que a pergunta está a ser mal interpretada e que as pessoas não estão a ser suficientemente esclarecidas quanto ao seu verdadeiro significado, entendo que é fundamental que todos tenham conhecimento e compreendam o significado da pergunta que vai ser colocada a referendo no dia 11 de Fevereiro.

“Concorda com a despenalização da interrupção voluntária da gravidez, se realizada por opção da mulher, nas primeiras dez semanas em estabelecimento de saúde legalmente autorizado?”

Vamos por partes:

a) Despenalização
Defendemos a despenalização do aborto e não a sua liberalização. Apesar do crime de aborto ser punido com pena de prisão até 3 anos, encontram-se previstas diversas situações de interrupção de gravidez não punível (artigos 140.º a 142.º do Código Penal). Isto é, defendemos a aprovação de uma nova circunstância em que a interrrupção voluntária da gravidez não é punida. Não nos referimos à sua despenalização total. Até porque votamos “SIM”,mas somos contra o aborto. O objectivo é despenalizar a conduta.

b) Interrupção voluntária da gravidez
Na linha da justificação anterior, na linguagem do Código Penal o aborto é crime punível e a interrupção voluntária da gravidez nas circunstâncias indicadas no art. 142º não é punível. A referência na pergunta aprovada pela Assembleia da República à interrupção voluntária da gravidez procura usar o conceito que já se encontra no Código Penal para os casos da não punição de forma a tornar claro que a intenção da iniciativa é a de despenalizar a conduta. O artigo 142.º do Código Penal, como vimos, refere-se à interrupção da gravidez não punível.

c) Até às dez primeiras semanas
Foi este o prazo apresentado a referendo em 1998. E porque, por um lado, é o prazo mínimo que permite a reflexão e a decisão da grávida desde que tem conhecimento do seu estado até à concretização da decisão; por outro lado, até às 10 semanas, face aos actuais conhecimentos científicos, não é possível a autonomia do embrião/feto.Note-se até, que na maioria dos países europeus, o prazo mais comum é de 12 semanas.

d) Por vontade da mulher
Esta referência na pergunta visa esclarecer que estamos perante uma decisão livre da mulher que pretende interromper a gravidez, sendo um elemento essencial a inexistência de coação e a possibilidade de formular uma escolha consciente e acompanhada.

e) Em estabelecimento de saúde legalmente autorizado
Finalmente, a exigência de que a intervenção tenha lugar em estabelecimento de saúde legalmente autorizado visa assegurar as condições de segurança e de saúde para a realização do procedimento, permitindo assim eliminar o flagelo do aborto clandestino e enquadrar a interrupção voluntária da gravidez no contexto global do sistema de saúde, assegurando aconselhamento, acompanhamento posterior e a introdução na rede de apoio ao planeamento familiar.

Importa dizer que o modo como se podem fazer as perguntas que se apresentam a referendo está indicado na Constituição e na lei. O Tribunal Constitucional aceitou a pergunta por ter entendido que a pergunta respeitava a Constituição e a lei. Por esse motivo, e conforme referiu na sua Mensagem ao País de 29 de Novembro, o Presidente da República entendeu que estavam reunidas as condições para convocar o referendo.

Jorge Almeida

REGRAS DE UM ÁRBITRO HABILIDOSO

JÁ NAS BANCAS








O livro de Marinho Neves, com o título Golpe de Estádio, foi relançado este fim de semana.A primeira edição desta obra foi publicada em 1996 e vendeu 50 mil exemplares, mas segundo o autor, 10 anos depois está mais actualizada que nunca.Pelo que sei, vai ser mais um livro para provocar grande confusão, pois aborda de forma directa, como se processa a corrupção no nosso futebol.Para além do mais, o livro é divertido, romanceado e tal como aconteceu com “Eu, Carolina”, provocante e pitoresco até dizer chega. Vale a pena reler as histórias de João Seminário.



REGRAS DE UM ÁRBITRO HABILIDOSO


A parte deste lançamento, chamou-me atenção um artigo do "Blog da Bola", que num artigo estonteante e notável explica as regras gerais e as regras práticas de um árbitro habilidoso igual a muitos dos que, ao longo dos últimos 20 anos, foram designados pelo "sistema" para apitar os jogos da nossa Liga portuguesa...:


Com o devido cumprimento ao autor, aqui fica transcrito:


A Policía Judiciária convidou três "experts" da arbitragem para analisar os lances duvidosos a partir das suspeitas investigadas em alguns jogos. Como seria de esperar, nenhum dos três convidados viu nada de mal nos jogos visisonados, nem podia ver. São homens do sistema. Vitor Pereira é presidente da Comissão da Arbitragem da Liga, Jorge Coroado escreve critica sobre arbitragem em jornais e rádios com ligações ao sistema e se "mijar" fora do penico, lá se vão os mais de 3.500 euros que ganha nesse trabalho. Adelino Antunes, está já na terceira idade e há mais de 30 anos que convive com os lugares de topo da arbitragem e nada fez para tentar acabar com a suspeição.



A PJ não necessita destes "experts" para ver quem rouba e como rouba. Fica aqui um esquema que nos abre os caminhos do vício.



Cada vez menos as grandes decisões determinamos resultados. Um juiz comprado, se for habilidoso,pode fazer tudo sem dar nas vistas.
Saiba como o ÁRBITRO X pode favorecer a EQUIPA A num jogo contra a EQUIPA B



REGRAS GERAIS

______________________________________________
* PREPARAR CAMINHO: Começar por prejudicar a EQUIPA A para, no momento decisivo, acabar com as esperanças da EQUIPA B - cria a Impressão de que o árbitro teve um dia mau e de que os erros foram involuntários



* INTIMIDAR: Punir com cartões as reclamações dos jogadores da EQUIPA B - Inibe os atletas de actuarem, colocando-os em risco de expulsão ou suspensão



* DESORIENTAR: Expulsar o jogador mais influente ou o treinador da EQUIPA B - serve para desconcertar a EQUIPA B, facilitando a tarefa à EQUIPA A


* SIMULAR: Fazer vista grossa às faltas cometidas pelos jogadores da EQUIPA A, mandando seguir o jogo - evita sanções disciplinares à EQUIPA A e permite-lhe manter a posse da bola


*AGIR: Em caso de dúvida, decidir maioritariamente a favor da EQUIPA A - dá a posse de bola à EQUIPA A e livra-a da pressão adversária



REGRAS PRÁTICAS
______________________________________________
1 - Na marcação de cantos ou livres a favor da EQUIPA B, assinalar faltas aos avançados, alegando que estes puxaram ou empurraram adversários - corta o ímpeto atacante da EQUIPA B e dá a posse da bola à EQUIPA A



2 - O Perdoar as faltas cometidas pelos jogadoresda EQUIPA A na respectiva área e mandar seguir o jogo - mantém a baliza da EQUIPA A a salvo de penáltis (o árbitro pode esconder-se atrás de jogadores, fingindo ter o ângulo de visão afectado)



3 -Punir com cartões amarelos as faltas cometidas pela EQUIPA B ao menor sinal de dureza - obriga os jogadores da EQUIPA B a darem mais espaço aos adversários para jogar e aumenta a probabilidade de a EQUIPA B chegar ao final com menos jogadores



4 - Deixar passar foras-de-jogo dos avançados da EQUIPA A - cria oportunidades de golo para a EQUIPA A, pois provoca desequilíbrios na defesa da EQUIPA B5 - Assinalar sucessivos foras-de-jogo à EQUIPA B - corta jogadas de perigo iniciadas pela EQUIPA B, desmoraliza os jogadores e devolve a posse da bola à EQUIPA A



6 - Assinalar faltas a favor da EQUIPA A ao mais pequeno sinal de contacto físico entre jogadores no meio-campo - obriga a EQUIPA B a recuar no terreno, aumentando as possibilidades de a EQUIPA A marcar golos



7 - Assinalar livres directos a favorecer a EQUIPA A perto da grande área da EQUIPA B - dá origem a lances de perigo e beneficia qualquer equipa com especialistas em livres directos



8 - Atribuir à EQUIPA A os lançamentos laterais e os cantos/pontapés de baliza pertencentes à equipa B - serve para acentuar a pressão da EQUIPA A sobre a EQUIPA B e para aumentar a probabilidade de a EQUIPA A marcar golos



9 - Assinalar penálti se algum jogador da EQUIPA A se atirar de forma convincente para o chão, quando em contacto físico com um adversário - cria uma oportunidade para a EQUIPA A marcar golo e dá origem à expulsão de um jogador da EQUIPA B


PS*Quantas e quantas vezes vimos este filme ainda hoje... Ao ler estas regras, até parece que estamos a vê-los...


AJUDE: ACENDA A SUA VELA





Quando se trata de receber, todos alinham, mas quando se trata de ajudar, todos olham para o lado. Mas neste caso, nem precisa de dar mais que a sua simples...luz , pois já estará ajudar, até porque a pedofilia é um problema que nos diz a todos, mas pode ajudar de outras formas a combater este flagelo, veja como em Estados Gerais, CLIQUE AQUI E AJUDE A PARAR FLAGELO.

quarta-feira, 24 de janeiro de 2007

FUTEBOL DISTRITAL DA ASSOC.FUTEBOL DE AVEIRO


I DIVISÃO




1 Terminou a primeira volta do principal campeonato da AFA, numa prova onde as equipas do norte se têm sobreposto às do sul.

Olhando para a classificação cinco equipas a sul do distrito (Bustos, LAAC, Mourisquense, Mealhada e Macinhatense) estão em zona de risco.

Directamente, descem quatro, mas, se juntarmos o actual quadro da terceira divisão nacional, com Canedo, Gafanha, Águeda e Paços de Brandão, podem descer da primeira à segunda distrital oito equipas. Convenhamos que é fruta a mais.


Nesta jornada, a LAAC voltou a marcar pontos ao vencer o Fermentelos, dando mais um pulo na classificação.
Quem perdeu embalagem foi o Bustos que, frente a adversário directo, o Mealhada, acabou surpreendido em casa.

O Oiã, em casa, cumpriu a sua obrigação ao ganhar ao Cortegaça e termina a primeira etapa do campeonato num excelente sexto lugar, de novo longe da confusão que aflige os outros parceiros do sul.

2 A primeira jornada da segunda volta não se afigura nada fácil. À partida, a LAAC, se continuar assim, pois recebe o aflito Cortegaça, pode ganhar mais alguns pontos à concorrência, dado que o Mealhada viaja até Castelo de Paiva, onde mora outro aflito e um deles irá perder pontos; o Macinhatense recebe o candidato Cesarense e o Mourisquense joga no campo do sempre difícil Pessegueirense.

O Bustos volta a jogar em casa. O Arrifanense começa a perder terreno, mas não deixa de ser uma equipa incómoda, capaz de roubar pontos aos bairradinos.
O Oiã também joga em casa contra o Carregosense, que tem menos três pontos. É crucial para os oianenses começarem bem a segunda fase do campeonato.

O Fermentelos desloca-se ao terreno do líder. O Arouca está bem encaminhado para o regresso aos nacionais e em casa não tem dado hipóteses. Compete aos pimpões contrariar o favoritismo dos locais.




II DIVISÃO



1 Depois da BARC, o Couvelha voltou a roubar pontos aos primeiros. Desta vez, foi no campo do líder CRAC.
Os homens da Borralha foram surpreendidos em casa pelo NEGE e perderam no segundo lugar para o Luso, que foi ganhar a Casal Comba.


O Águas Boas não passou em Oliveirinha, e o Paredes e Requeixo regressaram às vitórias à custa de Calvão e Ajax.
De mal a pior vai o Aguinense que voltou a perder em casa, enquanto o Carqueijo, em casa, cumpriu o seu papel e venceu o Eirolense.


2 Domingo, começa a segunda volta. O CRAC recebe o vizinho Calvão, jogo que promete, mas sempre de resultado imprevisível.

As atenções também estarão centralizadas no Paredes - NEGE e Requeixo - Oliveirinha por envolver equipas do topo da classificação. Empate em perspectiva.
Tarefa mais facilitada terá a BARC na recepção ao Ajax.


O Luso espera não meter água diante do Águas Boas, enquanto o Couvelha é bem capaz de fazer estragos em Aguim.
As duas equipas da Mealhada, Carqueijo e Casal Comba, se souberem aproveitar o factor casa, têm francas possibilidades de levar a melhor sobre Serém e Eirolense.



III DIVISÃO



1 Foi uma jornada em cheio para as equipas da Bairrada.

O Mamarrosa, a realizar excelente campeonato, já é quarto, mas com os mesmos pontos do terceiro, venceu em casa o Bom Sucesso, enquanto o Famalicão, que há muito desconhecia o sabor da vitória, goleou em casa a Gafanha Aquém.


O Benfica e Arinhos venceu em Rocas do Vouga.

2 O Mamarrosa viaja até Mosteirô, actual terceiro classificado. Trata-se de duas equipas muito idênticas e talvez por isso a divisão de pontos não seja de descartar.

O Famalicão joga no reduto do Severense. Como os bairradinos se têm dado melhor fora, é possível trazer um bom resultado.

O Arinhos recebe o líder Santa Maria da Feira. Os visitantes são favoritos.

Por M. Zappa


A.D.REQUEIXO



Esta semana de realçar um blog, pois como é de um clube distrital de Aveiro tem uma referência especial em Bancada Directa, pois pelo conteúdo informativo que traz sobre o seu clube, e da divisão que ocupa, merece os meus sinceros parabéns.


Ao seu autor e a todos os desportistas e gentes daquele clube um bem Hajam e muitos êxitos desportivos para clube A.D.Requeixo que esta época está a ter uma época tranquila e meritória até ao momento, pois já está linkado em "blogs e sites desportivos..." em Bancada Directa.


  • Visite A.D.Requeixo (aqui)

  • EQUIPA A. D. REQUEIXO 2006/2007

    AFINAL, SEMPRE CRESCEM NAS ÁRVORES!!!


    ABORTO: EM CAUSA ESTÁ TAMBÉM A SAÚDE PÚBLICA







    Sobre o Referendo está previsto que a campanha oficial se inicie em 30 de Janeiro e termine a 9 de Fevereiro, nele, certamente, estarão envolvidos profundamente os movimentes constituídos para o efeito (15) pelo NÃO e (5) pelo SIM.Os partidários pelo NÃO pretendem a continuidade da actual lei. Esta apenas permite o aborto quando a gravidez representa risco para a vida da mulher ou para a sua saúde no caso de malformação fetal ou quando a gravidez resulta de violação. Os partidários pelo SIM consideram a actual lei restritiva e pretendem uma nova que garanta a despenalização até às 10 semanas com a consequente descriminalização.




    Segundo dados fornecidos pela Associação para o Planeamento Familiar terão sido praticados em 2006 e em Portugal, 23000 abortos. Destes, 18000 terão sido realizados de forma clandestina.




    Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), o aborto só existe quando o peso do embrião ou feto atinge 500g – este peso atinge-se às 20/22 semanas de gravidez.


    O aborto ocorrido antes das 4 semanas de gestação é considerado – sub-clínico. O ocorrido entre as 4 e 12 semanas de gestação é considerado – precoce.




    A educação sexual ministrada nas escolas portuguesas é e sempre foi diminuta. Os serviços públicos responsáveis pelo planeamento familiar funcionam deficientemente.




    A situação da gravidez ocorrida em Portugal, na fase da adolescência, atinge valores elevados – 25 em cada 1000 adolescentes (dos mais elevados da Europa).




    Na maior parte dos países Europeus o IVG está despenalizado.




    Na UE é legal é clínicamente assistido, excepto – Malta, Polónia e Portugal (sempre atrasados).




    Prevê-se que, em média, cada aborto custará ao SNS € 360, em vez da média de € 700 pagos por quem tem necessidade de o fazer, e na maior parte das vezes sem condições mínimas de saúde pública para tal.




    Por isso, em causa não está só a despenalização, mas sim também a saúde dos nossos filhos, familiares, amigos e cidadãos sem os recursos necessários, para quando decidirem praticar o aborto(condenável), o fazerem com o mínimo de risco de saúde, já basta os que sofrem com estas decisões (nada fáceis), quanto mais sem condições e, a serem exploradas por mercenários que pedem o que querem, sempre na possibilidade de serem julgadas, já que a actual lei permite mulheres perseguidas e humilhadas nos tribunais por praticarem o aborto.

    O voto sim é um problema entre nós e a nossa consciência, e por uma lei responsável e mais justa.

    Bem Hajam



    Site do Movimento Jovens Pelo Sim

    www.jovenspelosim.org

    MAIS VERDADES DA CORRUPÇÃO NO FUTEBOL PORTUGUÊS

    Sistema no seu explendor...




    Dias da Cunha quando falava do Sistema sabia do que falava. Neste LINK podem confirmar as suas suspeitas.Abaixo transcrevo a notícia do Correio da Manhã.

    Marinho Neves, ex-jornalista e autor do livro ‘Golpe de Estádio’, que versa sobre a temática da corrupção no futebol português, revelou ontem ter trabalhado secretamente durante seis anos para o Sporting, tendo sido contratado em 2000 pelo antigo presidente Dias da Cunha, para o manter informado sobre os jogos de bastidores da modalidade. O tal ‘sistema’ de que tanto falou.




    Durante a cerimónia de relançamento do livro (ver caixa), Marinho Neves explicou que a sua colaboração terminou quando Dias da Cunha se demitiu, “devido às guerras internas no clube, instigadas por pessoas que ainda lá estão”. Segundo fez saber, os relatórios confidenciais por si elaborados e destinados ao antigo presidente já estavam a chegar, em determinado momento, “a pessoas do Norte”.



    Sem mencionar nomes, explicou como as coisas se passavam:

    “Com duas semanas de antecedência, eu sabia quem eram os árbitros desig-nados para certos jogos. Sabia também quais os jogadores do Sporting que iriam ser enervados pelos árbitros, no sentido de reagirem e assim acabarem expulsos, para enfraquecer a equipa. Fazia relatórios e enviava-os a Dias da Cunha. Mas essas informações acabavam por não chegar ao técnico José Peseiro, que assim não podia avisar antecipadamente os jogadores no sentido de não reagirem às provocações”.



    O jornalista disse ainda que Dias da Cunha, com base na informação recolhida por ele, Marinho Neves, tentou a regeneração do futebol através de uma aliança com Luís Filipe Vieira, “mas logo aí houve anticorpos dentro do clube, contrários a essa aproximação”.



    Confrontado com o teor destas afirmações, Miguel Salema Garção, director de Comunicação do Sporting, confirmou ter existido uma colaboração entre Marinho Neves e o clube e deu a conhecer a posição dos actuais dirigentes:

    “O dr. Dias da Cunha sempre recebeu total solidariedade dos dirigentes que ainda estão no Sporting na sua luta pela regeneração do futebol português. O actual presidente entendeu cessar essa colaboração porque escolheu outras formas de lutar por essa regeneração, nomeadamente com uma participação activa na Direcção da Liga.”



    "NÃO PRECISEI DE DORMIR COM PINTO DA COSTA"



    Volvidos dez anos sobre a publicação do romance ‘Golpe de Estádio’, obra que relata práticas de corrupção no mundo do futebol, o jornalista Marinho Neves relançou ontem a obra e prometeu para breve um novo livro, agora não ficcionado.



    “As práticas relatadas no ‘Golpe de Estádio’ estão mais actuais que nunca. Mas mal o processo ‘Apito Dourado’ saia do segredo de justiça, avanço com um livro, desta vez não ficcionado, sobre todo o processo, com nomes e factos”, revelou.



    Sobre o ‘Apito Dourado’, Marinho Neves só diz, por agora, que “muitas pessoas vão ficar surpreendidas com os resultados. Toda a gente vê Pinto da Costa como o ‘monstro’, mas antes dele outros cairão”.Sobre o livro de Carolina Salgado, Neves diz que não precisou “de dormir com Pinto da Costa para saber mais sobre ele que a própria Carolina”.



    A.Monteiro do Alvaláxia


    Obrigado Pela Sua Visita !